EUA e Finlândia decidem o Mundial Júnior de Hóquei no Gelo

EUA derrotaram a Rússia na semifinal (Matt Zambonin/HHOF-IIHF Images)

Não chega a ser uma surpresa - afinal, são dois integrantes do Big Six no hóquei no gelo. Entretanto, Estados Unidos e Finlândia estavam pouco cotados como favoritos à final do Mundial Júnior de Hóquei no Gelo após a primeira fase da competição. Os dois países carimbaram suas vagas à decisão após as semifinais realizadas na noite dessa sexta-feira, 4 de janeiro. 

A seleção norte-americana novamente acabou com o sonho da Rússia de voltar a conquistar o título do torneio. O país europeu, até então invicto com cinco vitórias no tempo regulamentar, foi eliminado por 2 a 1. Esta foi a sexta temporada consecutiva em que as duas equipes se encontram na fase eliminatória - e os Estados Unidos levaram a melhor nas últimas três ocasiões. 

O jogo, como era de se esperar, foi equilibrado do início ao fim. Oliver Wahlstrom abriu o placar para os norte-americanos no primeiro período e Alexander Chmelevski ampliou no início do segundo. Grigori Denisenko descontou para os russos no mesmo tempo, mas nem mesmo a pressão no fim (com direito a gol vazio no último minuto) impediu a derrota. 


Na outra semifinal, a Finlândia não deu chance para uma nova zebra e conseguiu derrotar a Suíça por 6 a 1  para retornar à final da competição. Após ter conquistado o título em 2016, o país escandinavo fez duas campanhas pífias nas últimas temporadas - chegando, inclusive, a lutar contra o rebaixamento em 2017. Agora, busca sua quinta medalha de ouro na história.

Com menos de oito minutos de jogo, os finlandeses abriram 4 a 0 no placar e praticamente definiram o jogo. Jesse Ylonen, Henri Jokiharju e Aarne Talvitie (duas vezes) fizeram os gols. Philipp Kurashev, artilheiro do Mundial sub-20, descontou ainda no primeiro período, mas Aleksi Heponiemi e Rasmus Kupari, ambos no segundo período, decretaram o resultado final. 

Na disputa do rebaixamento, o Cazaquistão voltou a vencer a Dinamarca e, com duas vitórias, garantiu sua permanência na elite do Mundial sub-20 de Hóquei no Gelo. A seleção asiática conseguiu o placar elástico de 4 a 0 graças à tática suicida dos dinamarqueses de substituir o goleiro por um jogador de linha - dois dos quatro gols aconteceram nos últimos dois minutos da partida. Em 2020, a Alemanha ocupará o lugar da Dinamarca na elite. 

As últimas partidas do Mundial Júnior de Hóquei no Gelo de 2019 acontecem neste sábado, 5 de janeiro. Rússia e Suíça duelam pela medalha de bronze a partir das 19h (horário de Brasília). Depois, às 23h, jogam EUA e Finlândia pelo troféu de campeão. Os dois jogos acontecem na Rogers Arena, em Vancouver. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.