Claudia Riegler finalmente vence em casa no Snowboard Paralelo

Claudia Riegler comemora vitória em casa no snowboard paralelo (Divulgação/FIS Snowboard)

Levou 20 temporadas, mas a austríaca Claudia Riegler finalmente conseguiu vencer uma prova da Copa do Mundo de Snowboard Paralelo em seu próprio país. Aos 45 anos, a atleta levou a melhor na disputa individual do Slalom em Bad Gastein nessa terça-feira, 8 de janeiro. Foi a primeira prova da disciplina nesta temporada. 

Campeã mundial do Slalom Gigante em 2015, Riegler não vencia uma prova no circuito internacional da modalidade desde março daquele ano. Foi apenas sua sexta vitória na carreira, curiosamente duas no snowboardcross e, de quebra, torna-se na competidora mais velha a vencer uma prova no Snowboard. Além disso, o intervalo entre o primeiro e último triunfo é de 20 anos. 

"Pela primeira vez na minha carreira eu consigo a camisa amarela em competições individuais. Eu consegui no ano passado na disputa por equipe e agora também no individual. Acho que tive que fazer 45 anos primeiros (risos). Para mim, tudo está demorando mais um pouco", brincou a campeã. 

Na bateria decisiva, Claudia Riegler derrotou a polonesa Aleksandra Krol para conquistar a medalha de ouro - Krol, aliás, também encerrou seu tabu pessoal e retornou ao pódio após seis temporadas. Sabine Schöffmann, da Áustria, conquistou o bronze ao vencer a suíça Patrizia Kummer na disputa pelo terceiro lugar. 

Como foi a primeira prova de Slalom na temporada, Riegler assumiu a primeira posição da disciplina no ranking da Copa do Mundo. Na classificação geral, que também leva em conta a categoria Slalom Gigante, a liderança segue com a tcheca Ester Ledecká com 1800 pontos. Nadya Ochner, da Itália, é a vice-líder com 1550. 

Entre os homens, a vitória foi do alemão Stefan Baumeister, que também conquistou seu primeiro triunfo na temporada. Ele derrotou o suíço Dario Caviezel na bateria decisiva. O austríaco Benjamin Karl conquistou o bronze ao derrotar seu compatriota Lukas Mathies na disputa do terceiro lugar. 

Baumeister assume a liderança provisória do Slalom na Copa do Mundo de Snowboard Paralelo, mas na classificação geral a primeira posição é de Benjamin Karl com 2000 pontos. O italiano Roland Fischnaller e o suíço Nevin Galmarini, atual campeão olímpico, dividem a segunda posição com 1540 pontos. 

Por fim, na prova por equipes, a dupla austríaca confirmou o favoritismo e levou a medalha de ouro. O país, representado por Benjamin Karl e Daniela Ulbing, venceu a Itália, de Aaron March e Nadya Ochner, na bateria decisiva. A Suíça, com Dario Caviezal e Patrizia Kummer, ficou com o bronze ao derrotar a Alemanha, de Stefan Baumeister e Ramona Hofmeister, na bateria de terceiro lugar. 

A competição retorna no dia 19 de janeiro em Rogla, na Eslovênia, para uma prova de Slalom Gigante. Depois, entre os dias 26 e 27 deste mês, acontecem novas corridas de Slalom em Moscou, na Rússia. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.