Therese Johaug segue imbatível no Esqui Cross-Country

Therese Johaug brinca após ter conquistado mais uma vitória (Reprodução)

A norueguesa Therese Johaug realmente quer mostrar que os dois anos suspensa por doping não interferiram em seu desempenho no esqui cross-country. A atleta segue imbatível na temporada e já desponta como grande favorita ao título da Copa do Mundo e do Mundial da modalidade. Sua última vitória aconteceu nesse fim de semana, entre 15 e 16 de dezembro, em Davos, na Suíça. 

Johaug dominou a disputa feminina dos 10km em técnica livre e venceu com 26min06seg9, mais de doze segundos à frente de sua compatriota Ingvild Østberg, vice-líder. A finlandesa Krista Pärmäkoski conquistou o bronze com 26min26seg1. Foi a sexta vitória da norueguesa em seis provas distance realizadas até o momento.

"Estou muito feliz em estar no topo do pódio, mas é claro que agora eu estou aguardando a parada para o Natal também", brincou a campeã, que já anunciou que não participará do Tour de Ski nesta temporada para descansar. 

No sprint livre, a sueca Stina Nilsson, campeã olímpica e especialista nesta categoria, conquistou sua primeira vitória na temporada ao vencer a bateria decisiva. A norte-americana Sophie Caldwell ficou com a segunda posição e a também sueca Maja Dahlqvist completou o pódio. 

Dessa forma, com a invencibilidade nas provas distance, Johaug lidera o ranking feminino da Copa do Mundo de Esqui Cross-Country com 600 pontos. A segunda posição é de Østberg com 451. Ebba Anderson, da Suécia, é a terceira com 409. 

Entre os homens, Johannes Klæbo, da Noruega, ganhou o Sprint Livre e conquistou sua primeira vitória na temporada. Ele derrotou o italiano Federico Pellegrino, segundo, e o francês Baptiste Gros, terceiro, na bateria decisiva. Já nos 15km em técnica livre, o russo Evgeniy Belov venceu sua primeira prova na carreira ao completar o percurso em 35min52seg5. Ele ficou apenas nove décimos à frente do francês Maurice Manificat - Martin Sundby, da Noruega, completou o pódio. 

Com quatro etapas realizadas, a disputa masculina do esqui cross-country segue equilibrada nesta temporada. Alexander Bolshunov, da Rússia, segue na primeira posição com 367 pontos. Os noruegueses Sjur Røthe e Emil Iversen ocupam a segunda e terceira colocações com 329 e 328 pontos, respectivamente. 

Esta foi a última etapa da Copa do Mundo de Esqui Cross-Country antes do Tour de Ski desta temporada. A competição, que reúne os principais atletas da modalidade em provas na Europa Central, acontecerá entre 29 de dezembro e 6 de janeiro de 2019. O vencedor conquista 400 pontos para o ranking internacional. 

Atual campeão, Johannes Klæbo venceu a primeira prova na temporada (Divulgação/FIS)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.