Itália domina primeira etapa da Copa do Mundo de Luge Natural

Evelin Lanthaler foi uma das estrelas da Itália na abertura do Luge Natural (FIL)

Potência do Luge Natural, a Itália já deu uma amostra do poder de sua equipe logo na primeira etapa da temporada 2018/2019. O país europeu conquistou nada menos do que três das quatro medalhas de ouro disponíveis em Kühtai, na Áustria. As provas foram realizadas no último fim de semana, entre 14 e 16 de dezembro. 

O único triunfo não-italiano foi na disputa das duplas. Rupert Brüggler e Tobias Angerer, da Áustria, conseguiram o tempo combinado de 59seg94 e conquistaram a única vitória dos donos da casa. Patrick Pigneter e Florian Clara, da Itália, ficaram com a medalha de prata. Já os russos Pavel Porshnev e Ivan Lazarev conquistaram o bronze. 

Nas demais categorias, o show foi dos italianos. Alex Gruber foi o mais rápido entre os homens com 56seg79, apenas três centésimos à frente de Thomas Kammerlander, da Áustria - Florian Glatzl, também austríaco, completou o pódio. No feminino, vitória de Evelin Lanthaler com 58seg14. Greta Pinggera garantiu a dobradinha italiana ao chegar na segunda posição. Tina Unterberger, da Áustria, foi a terceira. 

Por fim, na inédita disputa por equipe no Luge Natural, a seleção italiana, formada por Evelin Lanthaler, Florian Clara e Alex Gruber, conseguiu o tempo total de 1min28seg44 e foi a campeã. A equipe austríaca, mesmo competindo em casa, terminou na segunda colocação. Já os russos garantiram o bronze. 

Essa foi a única etapa da Copa do Mundo de Luge Natural em 2018. A competição retorna no próximo ano em St. Sebastian, também na Áustria, entre 11 e 13 de janeiro. Ainda não há confirmação da presença de brasileiros nesta temporada. Nos últimos anos, o Brasil sempre enviou pelo menos um representante na disputa.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.