Isabella Springer estreia na temporada de esqui alpino na Itália

Isabella Springer estreou na temporada do hemisfério norte (Divulgação)

A brasileira Isabella Springer, 18 anos, única representante do país no esqui alpino feminino, estreou na atual temporada de inverno do hemisfério norte. A atleta esteve presente em duas provas de Slalom em Vipiteno/Monte Cavallo, na Itália. As corridas foram realizadas nesse fim de semana, entre 22 e 23 de dezembro. 

Na primeira prova, Isabella terminou na oitava posição com o tempo combinado de 1min44seg01 e 190.04 pontos FIS. A vencedora foi a italiana Carole Gilardoni com 1min27seg39 e 51.21 pontos FIS. Elle Kempenaers, da Bélgica, foi a segunda e Magdalena Eisendle, também da Itália, completou o pódio. 

Já na segunda prova, realizada nesse domingo, a brasileira não teve tanta sorte. Ela não conseguiu completar a segunda descida e ficou de fora da classificação final, sem somar pontos FIS no ranking internacional. Gilardoni foi a campeã novamente com 1min31seg15 e 54.93 pontos FIS. Kempenaers e Eisendle repetiram a segunda e terceira posições. 

Michel Macedo, representante do Brasil no Esqui Alpino em PyeongChang, também competiu na última semana. O jovem, 20 anos, participou de duas provas de Slalom Gigante e mais duas de Slalom  em Whiteface Mountain, nos Estados Unidos, entre 18 e 20 de dezembro.

Seu melhor desempenho foi no Slalom. Na segunda prova, ele terminou na 10ª posição com 1min27seg56 e 39.07 pontos FIS - o norte-americano Tim Gavett foi o vencedor com 1min25seg67 e 22.97 pontos. Na primeira corrida, Michel foi o 14º com 1min28seg23 e 41.40 pontos FIS. Robby Kelley, dos Estados Unidos, venceu com 1min25seg95 e 22.04 pontos. 

Já no Slalom Gigante, o brasileiro foi o nono colocado na primeira corrida com 2min01seg01 e 40.97 pontos FIS. O sueco David Frisk foi o campeão com 1min59seg26 e 26.15 pontos. Já na segunda corrida, ele foi desclassificado na segunda parte da prova e ficou de fora da classificação final. Tim Gavett conquistou o ouro com 2min01seg81 e 19.32 pontos FIS. 

A equipe brasileira de esqui alpino terá uma agenda cheia nesta temporada. Apenas Michel Macedo, por exemplo, deve participar de mais de 60 provas na América do Norte até abril de 2019. Ele, aliás, não terá tempo de descanso. Nos dias 3 e 4 de janeiro já participa de provas de Slalom no Canadá. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.