Curling muda regras de classificação no Mundial de Duplas Mistas

Kate Caithness, presidente da WCF, durante Congresso da entidade (WCF/Peter Harsanyi)

Categoria do Curling que está em franco crescimento, a disputa de Duplas Mistas terá uma reformulação importante a partir da próxima temporada - e que afetará diretamente o Brasil. A partir de 2020, o Mundial da modalidade não será mais aberto a todos os países membros e ficará restrito a 20 participantes. 

A regra foi aprovada no último Congresso da WCF (Federação Mundial de Curling), em setembro de 2018. A proposta era um desejo antigo das principais potências do esporte, que desejavam encurtar o torneio ao mesmo tempo em que aumenta o nível de disputa. Atualmente, muitos atletas deixam de participar das Duplas Mistas por problemas no calendário. 

"Depois de um debate saudável, nossos membros nos encarregaram de adotar um novo formato para o Campeonato Mundial de Duplas Mistas para melhorar seu status de elite", confirmou Kate Caithness, presidente da WCF. 

A edição de 2019 será a última no antigo formato. Hoje, qualquer um dos 61 países filiados à Federação Mundial de Curling podem se inscrever e participar do Mundial de Duplas Mistas. A partir de 2020, serão apenas 20 participantes, sendo os 16 melhores da temporada anterior e quatro classificados em um Desafio Mundial que será estabelecido pela entidade. 

A questão é que essa decisão afeta países emergentes no Curling, como o Brasil. Para participar do Mundial de 2020, por exemplo, a dupla nacional precisa terminar entre as 16 melhores em 2019, o que seria a melhor classificação da história - até hoje, a melhor posição do país foi a 17ª colocação obtida neste ano. Caso contrário, terá que ficar entre os quatro melhores na repescagem para garantir a vaga. 

Além disso, a nova regra dificulta ainda mais a disputa pela classificação olímpica. A partir de 2022, dez duplas participarão dos Jogos de Inverno. O sistema de classificação ainda não foi fechado, mas deve seguir os anos anteriores, com um sistema de pontuação diante das classificações nos Mundiais do ciclo olímpico. Ou seja, participar do Mundial é essencial para os países que desejam competir nas próximas Olimpíadas. 

Nesta temporada, o Mundial de Curling de Duplas Mistas acontecerá em Stavanger, na Noruega, entre 20 e 27 de abril de 2019. O Brasil vai participar pela sexta edição consecutiva e irá definir seus representantes no Campeonato Nacional, que deverá acontecer entre janeiro e fevereiro. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.