Kelly Sildaru retorna em grande estilo no Esqui Livre Slopestyle

Kelly Sildaru retornou à Copa do Mundo de Esqui Livre com vitória (Mateusz Kielpinski/FIS)

Uma das grandes promessas do Esqui Livre, a estoniana Kelly Sildaru, 16 anos, sofreu uma grave lesão no início da temporada passada, justamente quando estreava na categoria adulta. Havia dúvidas de como ela retornaria após ficar oito meses longe das competições, mas a jovem deu a resposta logo na abertura da Copa do Mundo da modalidade. 

Sildaru ganhou a prova de Esqui Livre Slopestyle em Stubai, na Áustria, em 23 de novembro. Por conta da lesão sofrida em 2017, foi apenas sua terceira prova na elite do esporte. Mesmo assim, possui um desempenho impressionante: duas vitórias e um segundo lugar. Antes, em agosto, no primeiro torneio pós-lesão, levou dois ouros e uma prata no Mundial Júnior em Cardrona, na Nova Zelândia. 

Na abertura da Copa do Mundo, a atleta da Estônia conseguiu 88.46 pontos na sua segunda descida e ficou à frente da atual campeã e vice olímpicas nesta mesma prova. A suíça Sarah Höfflin, campeã olímpica em PyeongChang, foi a segunda colocada com 86.36 pontos. Já a canadense Mathilde Gremaud, prata na Coreia do Sul, foi a terceira com 83.46.

"Estou super feliz. Minhas pegadas poderiam ter sido um pouco melhores, mas estou feliz com minha corrida, especialmente com os trilhos", comemorou a jovem campeã. 

Entre os homens, o sueco Henrik Harlaut voltou a vencer na Copa do Mundo de Esqui Livre após dois anos - antes possuía dois triunfos no Big Air. Ele alcançou 88.88 pontos e ficou apenas 0.8 à frente do norte-americano Mac Forehand. O norueguês Ferdinand Dahl completou o pódio com 86.76 pontos. 

Após duas etapas do Big Air e a disputa do Slopestyle em Stubai, a competição terá a estreia do Halfpipe em Cooper, nos Estados Unidos, entre 5 e 7 de dezembro. É a penúltima etapa do Esqui Livre em 2018. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.