Brasil tem novo atleta de snowboard paralímpico

André Barbieri (Reprodução)

Nos últimos seis anos, o rider André Cintra foi o único nome do Brasil na disputa do snowboard paralímpico e esteve presente nos Jogos de Inverno de Sochi, em 2014, e PyeongChang, em 2018. Contudo, a partir deste ciclo olímpico, ele terá companhia. André Barbieri fez sua estreia em competições oficiais em novembro. 

O atleta da CBDN esteve presente na disputa da Copa do Mundo de Parasnowboard em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, entre 6 e 8 de novembro. Ele participou da prova de Banked Slalom na categoria LL1 (lower limb), para amputados acima dos joelhos. Ele foi o único brasileiro na disputa. 

Sua estreia, porém, não foi das melhores. Na corrida classificatória, realizada dia 6, ele foi desclassificado nas duas primeiras descidas e não conseguiu completar a terceira e última tentativa. Sem marcar tempo, ele não pôde participar das duas corridas oficiais que contarão pontos para o ranking internacional da Copa do Mundo. 


O holandês Chris Vos foi o vencedor nas duas provas oficiais. Na primeira, ele conseguiu o tempo de 34seg37, mais de três segundos de vantagem sobre o croata Bruno Bosnjack, segundo colocado - Reinhold Schett, da Áustria, foi o terceiro. Depois, o atleta da Holanda obteve 34seg58 - Schett foi o segundo e Bosnjack completou o pódio.

O próximo desafio da equipe paralímpica do Brasil será com o time de esqui cross-country. Os experientes Aline Rocha e Cristian Ribera, presentes nos Jogos de PyeongChang, ganham a companhia de Guilherme Rocha e Robelson Lula na categoria sitting. Thomaz de Moraes compete no standing. As provas acontecem em Vuokatti, na Finlândia, entre 12 e 16 de dezembro de 2018. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.