Com foco paralímpico, Circuito de Rollerski realiza segunda etapa

Atletas paralímpicos se preparam para segunda etapa do Circuito de Rollerski (Divulgação/CBDN)

Em sua quinta temporada, o Circuito Brasileiro de Rollerski mostrou que está consolidado como parte da preparação da equipe nacional de esqui cross-country. A CBDN realiza a segunda etapa deste ano em São Carlos, no interior paulista, entre 27 e 29 de julho, e novamente terá pontos para o ranking internacional e com foco no desenvolvimento do esporte paralímpico. 

No total, cerca de 50 atletas devem participar da competição, com provas de sprint e distance nos estilos livre e clássico. Alguns dos principais nomes do Brasil no esporte, como Victor Santos, presente nos Jogos Olímpicos de PyeongChang, e Bruna Moura, multicampeã do Circuito de Rollerski, estarão presentes. 

Pela primeira vez, a segunda etapa da competição também é considerada válida para o ranking de esqui cross-country da FIS. Normalmente, apenas a terceira e quarta, realizadas entre setembro e novembro, eram chanceladas pela federação internacional. Assim, esta temporada terá nada menos do que três de suas quatro rodadas válidas para a tomada de pontos FIS. 

Além disso, 18 atletas integram o programa paralímpico e são frutos da parceria da CBDN com a Fundação Agitos. A partir deste ano, a entidade tem três polos de desenvolvimento do esqui cross-country paralímpico por meio do rollerski: São Carlos, Jundiaí e Santos. Muitos irão estrear e a competição terá categorias sitting (cadeira de rodas), standing (amputados nos membros superiores) e visually impaired (deficiência visual). Cristian Ribera e Aline Rocha, presentes nos Jogos Paralímpicos, estarão presentes na disputa. 

"O Circuito Brasileiro de Rollerski tem se fortalecido no cenário da modalidade e é muito importante termos mais uma etapa válida internacionalmente. Outro destaque é a presença paralímpica que teremos aqui com a participação dos núcleos de desenvolvimento. Atletas que já participavam do Circuito ganham outra dinâmica nos momentos da competição", comentou Caio Freixeda, gestor de esqui cross-country e biatlo da CBDN.

Paralelo à disputa esportiva, acontecerá até domingo, em São Carlos, o curso de classificação funcional ministrado pela grega Katerina Magkou, do Comitê Paralímpico Internacional. A atividade acontece no Departamento de Educação Física e Motricidade Humana da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos). 

Depois da disputa do Circuito Brasileiro de Rollerski, os principais atletas do Brasil se preparam para a temporada sul-americana de inverno. A partir de agosto começam as provas FIS na Argentina e no Chile. São os primeiros desafios na neve neste ciclo olímpico dos Jogos de Pequim, em 2022. 

Confira a programação da segunda etapa do Circuito Brasileiro de Rollerski: 

Sexta-feira, 27 de julho
10km/5km estilo clássico - Adulto masculino e feminino
Rollerski Cross - Sub-16 Masculino e sub-19 masculino e feminino

Sábado, 28 de julho
Sprint estilo livre - Adulto masculino e feminino, Paralímpico masculino e feminino, Feminino sub-19 e Masculino sub-16

Domingo, 29 de julho
10km/5km estilo livre - Adulto Masculino e Feminino, Paralímpico masculino e feminino
Revezamento Misto - Sub-19 e sub-16. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.