Grand Prix de Esqui Saltos reúne elite do esporte na Polônia

Dawid Kubacki é um dos favoritos ao título da temporada (Divulgação)

'Torneio de verão' mais famoso das modalidades de inverno, o Grand Prix de Esqui Saltos ganhou uma nova importância neste ano. A competição é a primeira a reunir os principais nomes do esporte na temporada de abertura dos Jogos Olímpicos de 2022. A primeira etapa do torneio acontece neste fim de semana, entre 20 e 22 de julho, em Wisla, na Polônia. 

Esta é a 25ª edição do Grand Prix de Esqui Saltos entre os homens e a sétima entre as mulheres. Instituído em 1994 pela FIS (Federação Internacional de Esqui), o torneio funciona como importante etapa de pré-temporada para os competidores e ajuda no desenvolvimento de jovens que participam de suas primeiras provas internacionais. 

O torneio é disputado no verão: os atletas descem as rampas de salto, mas com material plástico que simula a superfície nas pistas. Tanto que possui o mesmo sistema de regras da Copa do Mundo e outros torneios internacionais de esqui saltos. Os atletas realizam dois saltos e quem obtiver a maior nota somada fica com a vitória. 

No total, a disputa masculina terá 13 etapas, sendo 11 individuais, uma por equipe e outra mista em nove locais: Wisla (Polônia), Hinterzarten e Klingenthal (Alemanha), Einsiedeln (Suíça), Courchevel (França), Hakuba (Japão), Chaikovsky (Rússia), Rasnov (Romênia) e Hinzenbach (Áustria).Já as mulheres participam de cinco provas. Quatro delas será no mesmo local dos homens (Courchevel, Chaikovsky, Hinterzarten e Klingenthal) e apenas Frenstat, na República Tcheca, receberá uma prova exclusivamente feminina.

Atual campeão, o polonês Dawid Kubacki é um dos favoritos no Grand Prix de Esqui Saltos masculino e tentará repetir o feito do japonês Masahiko Harada, único bicampeão do torneio em 1997 e 1998. A equipe da Polônia, na verdade, é uma das mais fortes e conta com Maciej Kot, campeão em 2016, e o multimedalhista Kamil Stoch. 

Entre as mulheres, a meta é ver quem consegue interromper a supremacia da japonesa Sara Takanashi. A atleta venceu nada menos do que as seis competições já realizadas e está na briga novamente pelo sétimo título. A norueguesa Maren Lundby, dominante na última temporada, e a alemã Katharina Althaus também são consideradas favoritas. 

Nesta sexta-feira, dia 20, acontece a classificatória da categoria individual, cuja final acontece no domingo, 22. No sábado terá a única prova por equipes desta temporada do Grand Prix de Esqui Saltos. Na semana seguinte, o evento desembarca em Hinterzarten, na Alemanha. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.