Brasil termina na 18ª posição do Mundial de Hóquei Inline

Seleção brasileira na vitória de 4 a 1 em cima da Austrália no Mundial de Hóquei Inline (Reprodução)

Após a IIHF extinguir a disputa do Mundial de Hóquei Inline neste ano, restou aos países apenas a disputa do Mundial realizado pela World Skate (antiga FIRS). A competição aconteceu ao longo desta semana, entre 22 e 28 de julho, em Asiago Roana, na Itália. A equipe brasileira esteve presente na competição sênior masculina. 

Na classificação final, o Brasil terminou na 18ª posição dentre os 24 países participantes, com campanha de três vitórias e três derrotas. A República Tcheca derrotou a França por 7 a 2 na decisão e conquistou o sexto título de sua história - o quinto nas últimas oito temporadas. A Suíça terminou com o bronze ao derrotar o Canadá por 8 a 2 na disputa pelo terceiro lugar. 

A campanha brasileira começou bem, com vitória de 4 a 1 sobre a Austrália na abertura do Grupo D - Xande Guilardi, três vezes, e Bruno Sano fizeram os gols do Brasil. Depois, a equipe perdeu para a Eslováquia por 11 a 2 (gols de Xande Guilardi e Fabricio Alvarenga) e para a Argentina por 7 a 1 (gol de Bruno Sano), encerrando na terceira posição da chave. 

Assim, o país caiu para o Pool B, onde duelaria entre a 17ª e 24ª posição. Na primeira rodada, venceu a Polônia por WO, Na segunda, derrotou o México por 5 a 4, com gols de Fabricio Alvarenga e Cauã Guzman, duas vezes cada, e Xande Guilardi. Por fim, para definir a 17ª posição, enfrentou o Reino Unido e perdeu por 3 a 2 no overtime - Xande Guilardi e Cauã Guzman fizeram os últimos gols brasileiros na competição.

Essa foi a competição entre seleções mais importante para o Brasil nesta temporada do hóquei inline. Agora, no segundo semestre, os atletas retornam as suas equipes para a disputa do Campeonato Brasileiro e da Liga Brasileira de Hóquei. Alguns deles também devem integrar a seleção brasileira de hóquei no gelo, que participará da Development Cup em novembro. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.