Suíça supera Canadá e decide Mundial de Hóquei contra Suécia

Jogador suíço comemora vitória sobre o Canadá e vaga à final do Mundial de Hóquei no Gelo (Reprodução)

Eliminar a Finlândia nas quartas de final já tinha sido surpreendente, mas a Suíça foi além. Nesse sábado, 19 de maio, a equipe derrotou nada menos do que o Canadá, principal potência do hóquei, e conquistou uma das vagas à final do Mundial de Hóquei no Gelo, sediado na Dinamarca. A decisão será contra a Suécia, atual campeã do torneio. 

Quarto colocado no Grupo A, os suíços cresceram na hora certa. Contra os canadenses, conseguiram uma vitória de 3 a 2 e em nenhum momento ficaram atrás no placar. Tristan Scherwey abriu o placar para o país europeu, Bo Horvat empatou, mas Gregory Hofmann e Gaetan Haas recolocaram em vantagem - Colton Parayko descontou no fim da partida, insuficiente para evitar a eliminação do Canadá na semifinal. 

"Duas grandes vitórias contra países da elite do hóquei nos últimos dois dias trouxe uma sensação incrível. Você pode dizer que somos zebras, mas no fim somos nós que estamos no topo", comentou Simon Moser, relembrando o triunfo sobre os finlandeses nas quartas de final.

A Suíça é o país com mais medalhas do Mundial de Hóquei no Gelo fora do "Big Six" com 10 pódios (duas pratas e oito bronzes). Contudo, nove dessas dez conquistas vieram entre 1928 e 1953. A outra é bem mais recente. Em 2013, os suíços também surpreenderam e chegaram à decisão, mas perderam para a Suécia.


Agora, eles terão a revanche em busca de seu primeiro título. Os suecos conquistaram uma fácil vitória de 6 a 0 sobre os Estados Unidos na outra partida semifinal. Viktor Arvidsson, com dois gols, foi um dos destaques. Magnus Paajarvi, Patric Hornqvist, Mattias Janmark e Adrian Kempe completaram a goleada. 

A seleção Tre Konor tem dez títulos mundiais e busca o bicampeonato. Já para os norte-americanos o tabu de 58 anos vai continuar: a última final dos Estados Unidos no Mundial de Hóquei no Gelo foi em 1960. Porém, naquela ocasião, a disputa era dos Jogos Olímpicos (que também contabiliza como campeonato mundial). 

Apesar da derrota, Patrick Kane segue como líder do ranking individual com 19 pontos. Mesmo eliminado nas quartas, o finlandês Sebastian Aho é o artilheiro com nove gols e o canadense Connor McDavid lidera as assistências com 12 passes para gol. Já o sueco Anders Nilsson assumiu a liderança entre os goleiros. 

A grande decisão entre Suécia e Suíça no Mundial de Hóquei no Gelo acontecerá às 15h15 (horário de Brasília). Antes, às 11h15, Canadá e Estados Unidos disputam a medalha de bronze. Os jogos encerram oficialmente a temporada 2017/2018 dos esportes de inverno.

Suécia passeou em cima dos Estados Unidos e busca o bicampeonato no Mundial (Reprodução)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.