Jets e Capitals encerram tabu e avançam às finais de Conferência

Jogadores do Winnipeg Jets comemoram vitória e vaga inédita na final da conferência (Reprodução)

Parecia que esse dia não iria chegar nunca, mas Winnipeg Jets e Washington Capitals encerraram um longo tabu e garantiram classificação às finais de conferência nos playoffs da Stanley Cup. As equipes decidem as duas vagas à decisão da temporada da NHL contra Vegas Golden Knights e Tampa Bay Lightning, respectivamente. 

Essa é a primeira vez que o Jets avança a esta fase da competição em toda a história da franquia (incluindo a trajetória da primeira equipe que recebeu este nome, atual Arizona Coyotes). Já o Capitals retorna à decisão após 20 anos - em 1998, foi o campeão do Leste, mas perdeu a Stanley Cup para o Detroit Red Wings na ocasião.

O Winnipeg Jets foi a última equipe a se classificar após reverter a vantagem de quadra do Nashville Predators e vencer a série por 4 a 3 na noite de quinta-feira, 10 de maio. Mesmo fora de casa, o time canadense conseguiu uma incontestável por 5 a 1, com dois gols de Paul Stastny e Mark Scheifele e um de Tyler Myers - P.K. Subban descontou.

Após vencer o primeiro, o terceiro e o quinto jogos da série (4x1, 7x4 e 6x2) e perder o segundo e o quarto (4x5 e 1x2), o Jets tinha tudo para garantir a classificação no sexto jogo, diante de sua eufórica torcida. Mas o Predators, melhor time da temporada regular da NHL, conseguiu uma vitória de 4x0 e levou à decisão para a última partida. 

Para atingir a melhor campanha da história, o Winnipeg Jets usou a velha receita de unir experiência com juventude. Patrik Laine, 20 anos, e Mark Scheifele, 25, são as estrelas, sem dúvida, mas contam com o suporte de Blake Wheeler, 31, e Paul Stastny, 32, adquirido na reta final da temporada regular e grande destaque da franquia nos playoffs

Agora, a equipe canadense enfrentará o estreante Vegas Golden Knights na final da Conferência Oeste - o que já garante um campeão inédito. A primeira partida será neste sábado, 12 de maio, às 19h no horário local (20h no horário de Brasília), em Las Vegas, nos Estados Unidos. A vantagem é da quadra passa para o Winnipeg Jets. 

Caps espantam fantasma e retornam à decisão do Leste

Washington Capitals também encerraram dois incômodos tabus para chegarem à final do Leste (Reprodução)

O Washington Capitals não quebrou apenas o tabu de 20 anos sem chegar à decisão da Conferência Leste. Para atingir esse feito, a franquia conseguiu espantar um fantasma que a atormentava há 24 anos: derrotar o Pittsburgh Penguins em um confronto dos playoffs da Stanley Cup. O time da capital dos Estados Unidos conseguiu vencer o rival por 4 a 2. 

Após perder o primeiro jogo por 3x2, o Caps venceu as duas partidas seguintes por 4x1 e 4x3, perdeu o quarto duelo por 3x1, mas fechou a série com mais duas vitórias: 6x3 e 2x1 no overtime, com gol salvador de Evgeny Kuznetsov na prorrogação. 

A última vitória sobre o Pittsburgh na pós-temporada havia sido em 1994, na primeira rodada da conferência. Depois, perdeu nas edições de 1995, 1996, 2000, 2001, 2009, 2016 e 2017. Ou seja: sete eliminações nas 16 participações da equipe nos playoffs nos últimos 24 anos - uma incrível média de 43,75%. 

Para acabar com essa freguesia e seguir em busca de seu primeiro título da Stanley Cup, o Washington Capitals conta com um dos melhores jogadores da atualidade: o russo Alexander Ovechkin, grande comandante da franquia nos últimos anos. Ele têm o apoio de seu compatriota Evgeny Kuznetsov e do sueco Nicklas Backstrom, dois destaques nesta temporada. 

Na decisão do Leste, a franquia enfrenta o Tampa Bay Lightning, melhor equipe da conferência na temporada regular e único time dos quatro sobreviventes que já venceu a Stanley Cup (uma vez, em 2004). A primeira partida será nesta sexta-feira, 11 de maio, às 20h no horário local (21h no horário de Brasília). A vantagem do confronto é do time da Flórida.

Confira como ficou o chaveamento dos playoffs da Stanley Cup 2018: 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.