Homan e Gushue vencem última etapa do Grand Slam de Curling

Brad Gushue e sua equipe em mais um título na temporada (Anil Mungal)

Rachel Homan e Brad Gushue, capitães de duas das melhores equipes de Curling da atualidade, venceram o último torneio do Grand Slam da modalidade nesta temporada. A Champions Cup aconteceu em Calgary, no Canadá, entre 24 e 29 de abril, e também encerrou a disputa 2017/2018 do World Curling Tour.

Homan derrotou sua compatriota Kerri Einarson por 7 a 6 e conquistou o seu primeiro Grand Slam da temporada, o sétimo de sua carreira. Já Brad Gushue teve um desempenho melhor. Ele derrotou o experiente Glenn Howard por 8 a 2 e garantiu o terceiro título da competição apenas neste ano e o décimo em toda sua trajetória. 

"Foi um grande ano. Se você me dissesse no início do ano que nós teríamos essa temporada, eu aceitaria em um piscar de olhos. Foi incrível", comentou Gushue.


Ele não tem do que reclamar, apesar de admitir que foi uma "montanha-russa". A equipe canadense perdeu a seletiva olímpica por equipes, nas duplas e foi derrotado na final do Mundial. Entretanto, conquistou três Slams em sete possíveis e sagrou-se bicampeão do Brier, nome do campeonato canadense de curling masculino. 

Aliás, a campanha de Brad Gushue no último torneio da temporada foi irretocável. O time venceu as quatro partidas da primeira fase e terminou na liderança do Grupo B. Depois, derrotou os também canadenses Jason Gunnlaugsson e Kevin Koe nas quartas e na semifinal, respectivamente, para chegar à quarta decisão do Grand Slam no ano.


Já a equipe de Rachel Homan evitou que a atual temporada terminasse em desastre. Após vencer a seletiva olímpica do Canadá, a atleta decepcionou nos Jogos Olímpicos (foi apenas a sexta colocada) e viu sua rival Jennifer Jones vencer o Scotties Tournament of Hearts (o campeonato canadense feminino) e também o Mundial da modalidade. 

Na Champions Cup, ela também começou mal e obteve apenas duas vitórias em quatro partidas na primeira fase, conseguindo a última vaga aos playoffs. Nas quartas de final, conseguiu derrotar a norte-americana Jamie Sinclair, vencedora do último Slam. Depois, na semi, derrotou a escocesa Eve Muirhead para chegar à final.

A disputa em Calgary encerrou o World Curling Tour de 2018 entre as  equipes - foi a primeira temporada após a unificação com o CCT. Campeão mundial e vice-campeão olímpico, o sueco Niklas Edin ocupou a primeira posição do ranking internacional masculino. Já Jennifer Jones, campeã mundial, é a líder do ranking feminino. Falta apenas a realização do WCT Arctic Cup, em maio, para o encerramento do calendário de Duplas Mistas.

Rachel Homan com o troféu na Champions Cup (Anil Mungal)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.