Charles de Candolle encerra temporada no Esqui Montanhismo

Brasileiro Charles de Candolle e sua equipe no Patrouille des Glaciers (Divulgação)

Charles de Candolle, o brasileiro que colocou o nome do país em competições internacionais de Esqui Montanhismo, esporte de inverno não-olímpico, encerrou sua temporada de estreia na modalidade na última semana. O atleta participou do Patrouille des Glaciers em Zermatt, na Suíça, entre 17 e 20 de abril.

O representante do Brasil integrou a equipe RS Equipement Morgins ao lado do romeno Gheorghe Ionel Suciu, seu parceiro no Pierra Menta, em março, e do suíço Damien de Courten. O time terminou na 69ª colocação, com 9h04min11seg. O CSE (Centro Sportivo del Esercito), da Itália, venceu com 5h35min27seg. No total, 345 equipes participaram do evento. 

No total, a prova de Esqui Montanhismo na Suíça contou com 53 quilômetros e mais de quatro mil metros de diferença de altitude positiva (ou seja, a diferença do percurso em relação ao nível do mar). No total, os atletas passaram por dez picos, alternando subidas e descidas ao longo da prova. 

Patrouille des Glaciers é um evento tradicional do Esqui Montanhismo organizado a cada dois anos. Ele nasceu nos Alpes Suíços, ainda na Segunda Guerra Mundial, como forma de treinamento para o combate dos militares. Tanto que o primeiro evento esportivo foi realizado em 1943, antes do fim da guerra. 

Seis anos depois, na terceira edição, aconteceu uma tragédia. Uma equipe desapareceu e foi encontrada oito dias depois. O fato fez o departamento militar da Suíça proibir o campeonato por mais de trinta anos. A competição retornou apenas em 1984 e, desde então, não para de crescer. 

Fim de temporada para o brasileiro

A prova encerra a primeira temporada de Charles de Candolle no circuito internacional de Esqui Montanhismo. Ele é o primeiro brasileiro da história a competir oficialmente neste esporte e participou de etapas da Copa do Mundo na Suíça e na Itália, entre janeiro e fevereiro, e do Pierra Menta, na França, em março. 

O esqui montanhismo (também conhecido como esqui alpinismo) é uma modalidade de neve que combina técnicas do esqui com a escalada em montanhas. O percurso tem duas fases: a primeira, ascendente, em que o atleta sobe caminhando ou esquiando, e a parte descendente, de esqui, até a linha de chegada. 

As provas são contra-relógio, ou seja, quem chegar primeiro vence. A corrida mais tradicional é por equipes, com dois ou três atletas que precisam completar juntos o percurso. Além disso, há provas individuais de longa distância e de sprint, revezamento de quatro competidores em que cada um faz um circuito, e uma corrida vertical até o topo da montanha. O esporte é regido pela IFSM (Federação Internacional de Esqui Montanhismo) e a CBDN é a responsável por conduzir a modalidade no país. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.