Brasil perde da Guiana e está eliminado do Mundial de Curling

Brasileiros cumprimentam atletas da Guiana após primeiro jogo de curling entre sul-americanos (Richard Gray/WCF)

O sonho de conseguir a vaga inédita ficou próximo, mas ainda não é desta vez que o Brasil consegue avançar à segunda fase do Mundial de Curling Duplas Mistas. Nessa quarta-feira, 25 de abril, o país perdeu para a Guiana na penúltima rodada da fase de classificação e não tem mais chances de classificação na competição realizada em Östersund, na Suécia. 

Aline Gonçalves e Marcio Cerquinho perderam para Farzana e Rayad Hussain por 6 a 3. O resultado faz o Brasil cair para a quinta posição do Grupo E, com duas vitórias e quatro derrotas. Agora, os brasileiros só podem igualar a campanha da temporada passada, quando venceram três jogos e terminaram na quinta posição de sua chave. 

O resultado pode surpreender - ainda mais se pensarmos que a Guiana faz sua estreia em competições internacionais de Curling. Contudo, a dupla treina e joga regularmente no Canadá há algum tempo e possuem grande entrosamento. Tanto que já venceram três partidas no Mundial de Duplas Mistas e ocupam a quarta posição, ainda com chances de classificação às oitavas de final. 

O Brasil novamente começou melhor, roubando o martelo dos rivais e abrindo 1 a 0 no primeiro end. Os atletas de Guiana viraram para 3 a 1, mas Marcio e Aline buscaram o empate em 3 a 3 no quinto período. Contudo, os adversários marcaram três pontos nos três ends restantes para conquistar a vitória. 

Além de valer a sobrevivência na competição, o jogo entre Brasil e Guiana entrou para a história por outros motivos. Foi o primeiro confronto entre dois países da América do Sul na história do Curling. É um passo importante para estimular outros países do continente e da América Latina, como o México, que já se filiou à WCF, e a Argentina. 

Já eliminados, Aline e Marcio fazem seu último jogo no Mundial de Curling Duplas Mistas nesta quinta-feira, às 4h (horário de Brasília). Eles enfrentam a Irlanda, país que perdeu os seis jogos que disputou até aqui. A tendência, portanto, é de vitória brasileira. 

21/4 - 15h - Brasil 1 x 6 República Tcheca
22/4 - 9h30 - Brasil 8 x 4 Alemanha
22/4 - 16h - Brasil 5 x 7 Canadá
23/4 - 6h15 - Brasil 8 x 5 Áustria
24/4 - 3h - Brasil 2 x 10 Coreia do Sul
25/4 - 12h45 - Brasil 3 x 6 Guiana
26/4 - 4h - Brasil x Irlanda
* horário de Brasília

Dois grupos já definiram os classificados

Depois de Canadá e Coreia do Sul, ambos do Grupo E, garantirem a classificação antecipada às oitavas de final, oito países continuarão na disputa pelo título mundial de Duplas Mistas. As outras seis cotas disponíveis serão definidas após as quatro rodadas programadas para esta quinta-feira. 

Entretanto, duas chaves já definiram seus três classificados. No Grupo B, a Noruega, Hungria e Turquia não podem ser alcançados pelos rivais. Já no Grupo D, China, Escócia e Suécia dividem a primeira posição e jogam a última rodada apenas para determinarem suas posições finais na fase de classificação. 

Curiosamente, o Grupo A também tem empate triplo na liderança, com Suíça, Estados Unidos e Itália, mas apenas os suíços já garantiram a vaga direta. No C, a Estônia segue invicta e já confirmou a primeira posição da chave. Já no Grupo E, do Brasil, a terceira vaga está entre República Tcheca e Guiana, que curiosamente se enfrentam na última rodada - quem vencer garante a classificação. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.