Boletim Curling #25 - Jamie Sinclair faz história no Grand Slam

Jamie Sinclair comemora primeiro título norte-americano no Grand Slam (Anil Mungal)

Quase dois meses após John Shuster conquistar o primeiro ouro olímpico dos Estados Unidos no Curling, o país voltou a fazer história na modalidade. Jamie Sinclair comandou a primeira equipe norte-americana a conquistar uma etapa do Grand Slam de Curling. O feito foi obtido no Player's Championship no último domingo, 15 de abril, em Toronto, no Canadá. 

As norte-americanas derrotaram a equipe da canadense Jennifer Jones por 7 a 2 na decisão para conquistar a sua primeira vitória na competição. De quebra, interrompeu a boa fase da atleta do Canadá, que apenas nesta temporada já tinha conquistado dois títulos do Grand Slam, o Scotties Tournament of Hearts e o Mundial da modalidade, em março. 

"Eu não tenho certeza se tenho palavras. Estou em choque, não vou mentir. Simplesmente não consigo acreditar. Tudo pareceu se encaixar para nós nesta semana. Jogamos muito bem e podemos nos orgulhar pela forma como trabalhamos e saímos do gelo nesta semana", comentou Sinclair. 

A conquista inédita também apaga uma frustração que a equipe teve nesta temporada. Atual bicampeã nacional de Curling nos Estados Unidos, Jamie Sinclair foi derrotada por Nina Roth na decisão da seletiva olímpica norte-americana. Dessa forma, ela ainda percorre o sonho de disputar uma edição dos Jogos Olímpicos de Inverno.


Porém, a campanha até o título do Player's Championship não foi fácil. Na primeira fase, Sinclair terminou na terceira posição do Pool B, com três vitórias e duas derrotas. Nas quartas, precisou derrotar a equipe de Anna Hasselborg, campeã olímpica em 2018. Na semifinal, venceu a suíça Silvana Tirinzoni, também presente nos Jogos de Inverno de PyeongChang. 

Entre os homens, o título da penúltima etapa do Grand Slam de Curling ficou com o canadense Kevin Koe. A equipe, campeã da seletiva olímpica canadense e dona de dois títulos mundiais, voltou a vencer na competição após dois anos e meio - o último triunfo foi no Tour Challenge, em setembro de 2015. 

Na final, Kevin Koe derrotou Niklas Edin por 6 a 2 em um duelo que muitos esperavam ser a final olímpica em PyeongChang (mas o canadense foi derrotado por John Shuster na semifinal). A campanha até o troféu foi irrepreensível: cinco vitórias em cinco jogos na primeira fase e triunfos sobre John Epping nas quartas e Mike McEwen na semifinal. 

Resta apenas uma etapa para o fim do Grand Slam de Curling desta temporada. As principais equipes masculinas e femininas disputarão o Humpty's Champions Cup em Calgary, no Canadá, entre 24 e 29 de abril. O evento também encerra a primeira temporada do calendário unificado do World Curling Tour, principal evento interclubes da modalidade.

Kevin Koe volta a vencer no Grand Slam após dois anos e meio (Anil Mungal)

Competição de Duplas Mistas na Letônia 


Por fim, nas Duplas Mistas, aconteceu a segunda etapa do LODE Latvian Mixed Doubles Curling Cup em Riga, na Letônia. Os escoceses Jayne Stirling e Fraser Kingan conquistaram o título ao derrotarem os suíços Michele Jaeggi e Sven Michel por 9 a 5 na decisão. Já os estonianos Marie Turmann e Harri Lill ficaram com o bronze ao vencerem Zuzana Hajkova e Tomas Paul por 8 a 2 na disputa do terceiro lugar. 

Resta apenas uma disputa para o fim da temporada das duplas mistas no World Curling Tour. A cidade russa de Dudinka receberá o WCT Arctic Cup entre 23 e 28 de maio. Antes, os principais atletas representarão seus países no Mundial da modalidade, que começará no próximo sábado, 21 de abril, em Östersund, na Suécia. Aline Lima e Marcio Cerquinho representam o Brasil na competição. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.