AK Bars surpreende e conquista título da Gagarin Cup na KHL

Festa em Kazan pelo terceiro título do AK Bars na KHL (Reprodução)

Ao longo de toda a temporada da KHL (Liga Continental de Hóquei), parecia claro a todos os torcedores e jornalistas que o título ficaria entre o SKA e o CSKA, de longe as duas melhores equipes da primeira fase. Contudo, ao fim da Gagarin Cup, coube ao AK Bars levantar o troféu de campeão após vencer a série decisiva nesse domingo, 22 de abril. 

A conquista, aliás, foi inquestionável. A equipe de Kazan liderou a Conferência Leste ao longo do campeonato e, na final, não tomou conhecimento do CSKA, vencedor do Oeste e segundo melhor time da temporada regular. O confronto terminou 4 a 1, mesmo com mando de quadra para o time da capital russa. 

Você viu aqui que o AK Bars aproveitou o fator casa para abrir 2 a 0 na série decisiva da Gagarin Cup. No primeiro jogo em Moscou, o CSKA sofreu e precisou do overtime para vencer por 3 a 2. Contudo, no jogo seguinte, os visitantes venceram por 3 a 1 e, em Kazan, uma nova vitória de 1 a 0, com gol de Rob Klinkhammer, garantiu o título. 


"Nós merecemos essa vitória, nosso time esteve unido e fez tudo para vencer. Estou muito orgulhoso. Ser o MVP é legal, mas conquistar a Gagarin Cup é o mais importante. O MVP é apenas a cereja do bolo", comentou o canadense Justin Azevedo, líder do AK Bars nos playoffs e eleito o melhor jogador da pós-temporada. 

O atleta, que conseguiu seu primeiro título após perder as finais de 2014 e 2015, fez por merecer o prêmio individual. Com nove gols e 15 assistências em 19 partidas na pós-temporada, Azevedo conseguiu 24 pontos e foi o líder máximo nesse quesito. 

Esse é o terceiro título do AK Bars na KHL. A equipe conquistou as duas primeiras edições, em 2009 e 2010, e tem um vice-campeonato em 2015 - além de sempre avançar aos playoffs desde a criação do torneio. Também é o terceiro troféu do técnico Zinetula Bilyaletdinov (todos em Kazan), que iguala-se a Oleg Znarok como treinador mais vitorioso da competição.

Treinador Zinetula Bilyaletdinov é erguido pelos jogadores após comandar a arrancada ao título da KHL (Vladimir Bezzubov)

Já o CSKA segue sem conquistar a Gagarin Cup. A equipe bateu na trave nas últimas temporadas. Entre 2015 e 2017, por exemplo, o time foi tricampeão da Continental Cup, troféu dado à melhor campanha da temporada regular. Além do vice-campeonato nesta temporada, também chegou à decisão em 2016 e foi derrotado pelo Metallurg naquela ocasião. 

Com o encerramento desta temporada, a KHL entra em recesso e as equipes iniciam o planejamento para a próxima temporada, que deverá começar em agosto de 2018. Contudo, os principais atletas russos representarão o país no Mundial de Hóquei no Gelo masculino, que acontecerá entre 4 e 20 de maio na Dinamarca.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.