Nova geração desafia estrelas no Mundial Allround de Patinação

Patrick Roest comemora primeiro título mundial allround (Reprodução)

Os holandeses Sven Kramer e Ireen Wüst e a tcheca Martina Sáblíková estão entre os maiores vencedores do Mundial Allround de Patinação de Velocidade, o campeonato mais antigo dos esportes de inverno. Entretanto, nesta temporada, eles viram a nova geração de atletas da modalidade pedir passagem e conquistar o título da competição. 

Essa transição não poderia acontecer em melhor local: o estádio olímpico de Amsterdã, na Holanda. Foi lá que aconteceu a primeira edição do Mundial Allround, em 1893, celebrando  125 anos de existência nesta temporada. Além disso, a arena não tem cobertura e proporcionou a primeira disputa a céu aberto desde 2001. 

A disputa masculina neste ano foi emblemática. Desde que conquistou seu primeiro título mundial allround em 2007, Sven Kramer jamais tinha sido derrotado - só não foi campeão em 2011 e 2014 porque não participou do evento. Nesta temporada, porém, teve que se contentar com a sexta colocação na classificação geral, ficando fora do pódio pela primeira vez em sua carreira. 

O campeão foi outro holandês: Patrick Roest, 22 anos, dono de duas medalhas em PyeongChang e que viu o título cair em seu colo. O jovem venceu a prova dos 500 metros, mas viu o norueguês Sverre Pedersen ser o mais rápido tanto nos 1500 quanto nos 5000 metros. Além disso, o atleta da Noruega liderava a prova dos 10000 metros e parecia perto de conquistar o Mundial Allround pela primeira vez. 

Só parecia. Com 3500 metros para o fim da última prova, ele simplesmente caiu, perdeu preciosos segundos e terminou na quinta posição da corrida. Roest foi o segundo e, na somatória dos tempos, conquistou o Mundial com 154.547 pontos, apenas 0.4 de Pedersen - Marcel Bosker, também da Holanda, completou o pódio. 

"É praticamente um pensamento inverso. Você não pode torcer por isso e realmente não sinto alegria. É uma pena para Pedersen porque ele patinou muito bem aqui", comentou o campeão. 

Entre as mulheres, esta temporada também representa o fim do reinado de Ireen Wüst e Martina Sáblíková. Pela primeira vez em dez a campeã não é nenhuma das duas atletas. A japonesa Miho Takagi, 23 anos, conquistou o primeiro título mundial allround da história para o continente asiático. 

Takagi apostou na regularidade. Ela venceu as duas provas mais rápidas (500 e 1500 metros), foi a segunda colocada nos 3000 metros e quarta nos 5000 metros. Wüst, que buscava o sétimo título, venceu as duas corridas de longa distância, mas foi apenas a nona colocada nos 500 metros. Dessa forma, a atleta do Japão obteve 166.905 pontos, 0.86 à frente da holandesa. Annouk van der Weijden, também da Holanda, completou o pódio. 

"Eu acho que vai ser a última vez em minha vida de patinadora que vou viver essa experiência de ter um grande público. Estou muito feliz", comentou a campeã, que conquistou o título diante de 25 mil holandeses nas arquibancadas. 

Essa foi a penúltima competição de elite da patinação de velocidade nesta temporada. Os principais atletas da modalidade participam da etapa final da Copa do Mundo no próximo fim de semana, 17 e 18 de março, em Minsk, capital de Belarus. 

Miho Takagi conquista primeiro título mundial allround para o continente asiático (Reprodução)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.