Boletim Curling #20 - Canadá conquista o Mundial Júnior de 2018

Equipe masculina do Canadá conquista o Mundial Júnior após três anos (Emile Gareev/WCF)

Após a decepção nos Jogos Olímpicos de PyeongChang, em que ficou de fora do pódio por equipes pela primeira vez na história, o Curling canadense viu a nova geração de atletas recolocar o país no topo do pódio. O Canadá conquistou o Mundial Júnior da modalidade tanto no masculino quanto no feminino nesta temporada. A competição foi realizada entre 3 e 10 de março em Aberdeen, na Escócia. 

Foi o primeiro título canadense no Mundial Júnior masculino desde 2015, apesar de ser a 19ª conquista do país em 43 edições da competição. Entre as mulheres o domínio é ainda mais expressivo: quarto título nos últimos cinco anos, 12 ouros e 28 pódios em 30 edições já realizadas. 

Entre os homens, o Canadá foi liderado pelo jovem Tyler Tardi, campeão dos Jogos Olímpicos da Juventude de 2016. Na primeira fase, os canadenses terminaram na segunda posição, com sete vitórias e duas derrotas. Na semifinal derrotaram os Estados Unidos por 8 a 5 e, na decisão, venceram a Escócia no end extra por 6 a 5 - os suíços conquistaram o bronze. 

"É uma sensação indescritível. Eu nem sei o quanto tempo tenho sonhado com esse momento e finalmente se tornou realidade. Não acredito que estou aqui, agora!", comentou Tyler Tardi após a decisão. 

Na disputa feminina, o Canadá contou com a skip Kaitlyn Jones e repetiu o roteiro masculino ao terminaram na segunda posição da primeira fase com sete vitórias e dois tropeços. Na semifinal, conseguiram vencer a China por 9 a 7. Na final, derrotaram as suecas, até então invictas, por 7 a 4 - as chinesas terminaram na terceira posição. 

"Estou muito orgulhosa da minha equipe. Nós trabalhamos duro para chegar aqui e, para mim, atravessar todo o Canadá para jogar com elas foi uma das melhores decisões que tomei na vida", comemorou Jones. 

Ser campeão mundial júnior no Curling não é sinônimo de sucesso na categoria adulta - mas é um belo indicativo. Nas últimas temporadas, por exemplo, passaram pelo pódio do Mundial Júnior atletas como Anna Hasselborg, Rachel Homan, Anna Sidorova, Eve Muirhead, Niklas Edin, Bruce Mouat, Brendan Bottcher, Brad Gushue e John Morris - todos considerados alguns dos melhores atletas do mundo na atualidade. 

Após a disputa júnior, vai começar o Mundial Feminino adulto de Curling. A competição será entre 17 e 25 de março em North Bay, no Canadá. Entre as favoritas estão o Canadá, novamente representado por Jennifer Jones (ela conquistou o sexto título do Scotties, o campeonato nacional canadense feminino), a sueca Anna Hasselborg, campeã olímpica, e a sul-coreana Eun Jung Kim, medalhista de prata em PyeongChang. 

Equipe feminina do Canadá também é campeã mundial júnior (Richard Grey/WCF)

Brad Gushue é bicampeão do Brier

O Canadá também definiu nesse último fim de semana o representante do país no Mundial Masculino de Curling, em abril. Brad Gushue, atual campeão mundial, conquistou o bicampeonato do Brier, nome dado ao campeonato masculino de curling no país. A competição aconteceu em Regina, na província de Saskatchewan, entre 3 e 11 de março. 

O time de Brad Gushue terminou o Grupo A da primeira fase com seis vitórias e uma derrota, na segunda posição. Depois, na segunda fase, conseguiu mais quatro vitórias e terminou na primeira posição, avançando ao playoff. Lá, derrotou o time de John Epping por 6 a 2 e avançou à final. Na decisão do título, vitória de 6 a 4 sobre Brendan Bottcher. 

É o segundo título consecutivo de Gushue no Brier. Sua equipe ocupa a vice-liderança do World Curling Tour, atrás apenas do sueco Niklas Edin, e é a atual campeã mundial de Curling ao representar o Canadá na temporada passada. Além disso, Brad Gushue também possui a medalha de ouro dos Jogos Olímpicos de 2006, em Turim. 

World Curling Tour tem disputas nas Duplas 

Após a pausa para os Jogos Olímpicos de PyeongChang, o World Curling Tour retornou com quatro torneios de Duplas Mistas. Dois aconteceram entre 16 e 18 de fevereiro, imediatamente após a final olímpica da categoria. No WCT Tallinn Masters, na Estônia, a dupla Zuzana Hajkova e Thomas Paul, da República Tcheca, conquistou o título ao derrotar a equipe da casa Marie Turmann e Harri Lill por 7 a 2. Já no Listowel Mixed Doubles Cashspiel, no Canadá, o troféu ficou com Nicole e Tyler Stewart, que derrotaram Janet e Hugh Murphy por 7 a 4 na decisão. 

Depois, entre 1º e 4 de março, aconteceu o International Mixed Doubles Sochi 2, na Rússia. Anastasia Moskaleva e Alexander Eremin venceram a final caseira contra Maria Komarova e Daniil Goryachev por 12 a 4. Já no último fim de semana, dias 8 a 11 de março, teve o Slovakia Mixed Doubles Curling Cup. Os escoceses Gina Aitken e Bruce Mouat conquistaram o título ao derrotarem os húngaros Ildiko Szekeres e Gyeorgy Nagy, bronze no Mundial de 2009, por 9 a 4 na decisão. 

O World Curling Tour retorna no próximo fim de semana, 15 a 18 de março, com a etapa masculina Princess Auto Elite 10 do Grand Slam de Curling em Winnipeg, no Canadá. O fim de semana ainda terá mais uma competição por equipes entre os homens (CCT Aberdeen International, na Escócia) e uma de Duplas Mistas (Westbay Hungarian Mixed Doubles Cup, na Hungria). 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.