Andri Ragettli confirma título no Esqui Livre Slopestyle

Andri Ragettli conquista o Globo de Cristal pelas segunda vez (FIS/Kielpisnki)

Após a decepção nos Jogos Olímpicos de PyeongChang, o suíço Andri Ragettli, 19 anos, voltou a ter motivos para sorrir nessa sexta-feira, 16 de março. O atleta conquistou o título desta temporada da  Copa do Mundo de Esqui Livre Slopestyle. A última etapa da competição aconteceu em Seiser Alm, na Itália. 

Esse é o segundo Globo de Cristal do jovem em sua curta carreira - ele também conquistou o título em 2016. O troféu certamente ajudará a diminuir a frustração na disputa olímpica do Esqui Livre Slopestyle. Ragettli era um dos favoritos em PyeongChang e conseguiu a segunda maior nota na classificatória. Na final, porém, não encaixou nenhum dos três saltos e terminou na sétima posição. 

Em Seiser Alm, o jovem suíço nem precisou vencer para conquistar o Globo de Cristal. Com 91.20 pontos em sua melhor apresentação, ele terminou a prova na segunda posição, atrás apenas do norte-americano Nick Goepper, prata em PyeongChang, vencedor com 92.60 pontos. O britânico James Woods completou o pódio. 

Ragettli termina a Copa do Mundo de Esqui Livre Slopestyle com 420 pontos, contra 277 do norueguês Ferdinando Dahl, vice-líder. "Quando conquistei o Globo de Cristal dois anos atrás, eu realmente não esperava. Nessa temporada, porém, meu objetivo era conquistá-lo novamente e estou muito, muito feliz agora", comentou o campeão.


Entre as mulheres, a norte-americana Caroline Claire conquistou sua primeira vitória no circuito da Copa do Mundo ao conseguir 84 pontos em sua melhor apresentação. A britânica Isabel Atkins, bronze nos Jogos Olímpicos, foi a segunda colocada com 80.40 e a japonesa Yuki Tsubota foi a terceira com 80. A chilena Dominique Ohaco foi a quarta colocada e quase se transformou na primeira latino-americana a subir ao pódio em uma etapa da Copa do Mundo de uma modalidade olímpica. 

Entretanto, a disputa feminina da Copa do Mundo de Esqui Livre Slopestyle já estava definida na penúltima etapa. A sueca Jennie-Lee Burmansson, 15 anos, foi a campeã ao obter 449 pontos nas sete provas realizadas. A norueguesa Johanne Killi foi a vice-campeã com 270.

A Copa do Mundo de Esqui Livre segue nesta semana com as definições do Halfpipe e do Big Air. No dia 22 de março, por exemplo, acontece a última etapa do Halfpipe em Tignes, na França. Depois, no dia 25, tem a prova de encerramento do Big Air em Quebec City, no Canadá.

Jennie Lee-Burmansson e Andri Ragettli: campeões da temporada (FIS/Kielpinski)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.