Winter X-Games 'esquenta' disputa olímpica no Freestyle

Chloe Kim comemora mais um título do Snowboard Superpipe no Winter X Games (Divulgação)

Como já é de praxe, a cidade de Aspen, nos Estados Unidos, realizou mais uma edição do Winter X-Games, evento de esqui e snowboard freestyle idealizado e produzido pelo canal esportivo ESPN. A competição reuniu os principais atletas das modalidades entre 25 e 28 de janeiro e serviu de aquecimento para a disputa dos Jogos Olímpicos de PyeongChang. 

No total, a competição contou com seis eventos de esqui freestyle (Superpipe, Slopestyle e Big Air em cada gênero), sete de Snowboard (as mesmas do esqui livre e uma corrida de Slalom Gigante em duplas mistas), duas de Snowmobiling (veículos motorizados que andam na neve) e mais duas de snow bike (bicicletas especiais na neve). Os resultados completos estão aqui

Os Estados Unidos, que contaram com a presença maciça de seus principais atletas freestyle, dominaram o quadro de medalhas, com sete dos 18 ouros possíveis e 24 das 54 medalhas no total. A segunda posição foi do Canadá, com quatro ouros, seguido por Suécia, duas conquistas, e Noruega, Austrália, Japão, Suíça e Áustria, um triunfo cada.

Em ano olímpico, o Winter X-Games ajuda a definir um termômetro do que os torcedores podem encontrar um mês depois nos Jogos Olímpicos. Neste ano, por exemplo, Chloe Kim conquistou mais um ouro no Superpipe do Snowboard e entra como favorita absoluta na disputa do halfpipe em PyeongChang. Mesma situação da austríaca Anna Gasser no Snowboard Big Air e do japonês Ayumu Hirano no superpipe masculino. 

Em outras modalidades, serviu para acirrar ainda mais a disputa olímpica. No Esqui Livre Superpipe, os norte-americanos David Wise e Alex Ferreira duelam ponto a ponto na Copa do Mundo da modalidade e conquistaram o ouro e a prata no Winter X-Games. Maggie Voisin, também dos Estados Unidos, ganhou o esqui slopestyle e mostrou que está recuperando a boa forma na véspera de sua primeira participação olímpica.

Agora, os atletas de esqui e snowboard freestyle podem se dedicar exclusivamente à preparação dos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang, em fevereiro de 2018. A primeira modalidade "radical" a competir na Coreia do Sul é o snowboard slopestyle, com a classificatória logo no dia 10 de fevereiro. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.