Nevin Galmarini conquista título no Snowboard Slalom Gigante

Nevin Galmarini já é campeão na disciplina slalom gigante (Miha Matavz)

Medalhista de prata Snowboard Paralelo slalom gigante, o suíço Nevin Galmarini chegará aos Jogos Olímpicos de PyeongChang com a confiança elevada. No último fim de semana ele conquistou seu primeiro título na Copa do Mundo da modalidade. As provas aconteceram em Bansko, na Bulgária, entre 26 e 28 de janeiro. 

Galmarini teve uma campanha praticamente perfeita nas duas corridas realizadas. Na primeira, ele ficou com prata ao perder a bateria decisiva para o veterano canadense Jasey Jay Anderson, com incríveis 42 anos - Edwin Coratti, da Itália, foi bronze. Na outra prova, o atleta da Suíça foi o mais rápido e derrotou Coratti na decisão para conquistar o ouro - Andreas Prommeger, da Áustria, completou o pódio. 

"É inacreditável. Estive tão confiante. Eu venci as qualificatórias e depois apenas segui em frente. Se você me pedisse para descrever um dia perfeito no snowboard, seria hoje. Estou super feliz e satisfeito com minha temporada", comentou o suíço. 


Uma semana antes, a Copa do Mundo de Snowboard Paralelo realizou mais duas provas de slalom gigante em Rogla, na Eslovênia. Prommeger venceu a primeira prova, à frente de Coratti, segundo, e do italiano Roland Fischnaller, terceiro. No dia seguinte, o vencedor foi o austríaco Benjamin Karl, que derrotou o búlgaro Radoslav Yankov na decisão - Fischnaller conquistou o bronze. 

Presente entre os cinco primeiros em seis das sete provas realizadas nesta disciplina, Nevin Galmarini possui 4810 pontos no ranking masculino da Copa do Mundo de Snowboard paralelo slalom gigante. Andreas Prommeger, vice-líder, tem 2780. Como restam apenas duas provas desta disciplina, o suíço não pode ser mais alcançado. 

Contudo, no ranking geral (que também leva em conta os resultados do slalom), Galmarini terá que esperar mais um pouco para comemorar o título. Ele possui 5530 pontos, contra 3516 de Roland Fischnaller e, além das duas provas de slalom gigante, ainda resta mais uma prova de slalom para o fim da temporada. 

Ester Ledecká se aproxima de título entre as mulheres

Ester Ledecká comemora mais uma vitória (Miha Matavz)

Quem também ampliou a vantagem e deu um importante passo para conquistar o título do snowboard paralelo slalom gigante é a tcheca Ester Ledecká. A jovem de 22 anos venceu duas das últimas quatro provas da Copa do Mundo da modalidade e mantém uma vantagem tranquila na primeira posição do ranking feminino. 

Ledecká venceu a primeira prova realizada em Rogla ao vencer a austríaca Claudia Riegler na bateria decisiva - Julia Dujmovits, também da Áustria, foi a terceira. Depois, a competidora da República Tcheca venceu a primeira corrida disputada em Bansko, derrotando a alemão Selina Jörg na final - Ramona Hofmeister, também da Alemanha, completou o pódio. 

A vantagem só não é maior porque, além deste pódio, Ramona Hofmeister foi a campeã na segunda prova em Rogla (Sabine Schoeffmann, da Áustria, foi a segunda e Alena Zavarzina, da Rússia, foi a terceira) e ficou na segunda posição na outra prova em Bansko - Julia Dujmovits foi a campeã e Selina Jörg ficou com o bronze. 

Dessa forma, Ester Ledecká segue na primeira posição com 5450 pontos, contra 3910 de Hofmeister. Como restam duas etapas para o encerramento do slalom gigante, a alemã ainda pode alcançar a competidora da República Tcheca. Na classificação geral, que também leva em conta o slalom, a situação é ainda mais equilibrada. Ledecká possui 5740 pontos e Ramona Hofmeister tem 4930. 

Restam apenas três etapas para o fim da temporada da Copa do Mundo de Snowboard Paralelo, mas a próxima disputa acontecerá apenas em março após a disputa dos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang. Kayseri, na Turquia, receberá a prova de slalom gigante em 3 de março.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.