Diário de PyeongChang #25 - Michel Macedo encerra participação

Michel Macedo durante prova em PyeongChang: aprendizado (Gustavo Harada/COB)

Certamente não foi a participação olímpica que Michel Macedo esperava. Após sofrer uma lesão em seus primeiros treinos e perder duas das quatro provas que participaria nos Jogos de PyeongChang, o atleta do Brasil no Esqui Alpino voltou à neve para competir no Slalom nesta quinta-feira, 22 de fevereiro, no horário local (madrugada no Brasil). Contudo, o jovem mais uma vez não completou sua descida. 

Michel perdeu um dos gates na metade do percurso durante sua primeira descida e, dessa forma, não entrará na classificação final da prova em PyeongChang. A prova de Slalom normalmente conta com um alto índice de abandonos por conta da proximidade entre os gates, mas a pista olímpica desafiou até mesmo os mais experientes. 

Nada menos do que 54 dos 106 competidores que largaram (a metade dos atletas) não conseguiu completar a primeira descida - entre eles, o austríaco Marcel Hirscher, grande favorito ao ouro. Na segunda parte, mais nove competidores ficaram pelo caminho, como o norueguês Henrik Kristoffersen, bronze em Sochi. Dessa forma, apenas 43 competidores terminaram as duas descidas (40,5% do total). 

No último dia 18 de fevereiro, o atleta do Brasil também não conseguiu completar sua primeira descida no Slalom Gigante e, assim, despede-se dos Jogos Olímpicos de PyeongChang sem conseguir finalizar as duas provas que participou. Ele iria participar do Combinado e do Super G, mas a lesão sofrida após cair durante treino o tirou das provas de velocidade e encurtou sua primeira experiência olímpica.


"Acho que aprendi muito aqui. Tive que me superar porque caí logo no terceiro dia e tive que lutar com isso. Entendi como é uma Olimpíada e toda a pressão, mas não há jeito melhor de aprender, né? Você começa com o mais difícil, mas depois começa a melhorar", comentou Michel na Zona Mista. 

A prova também encerra a participação da CBDN nos Jogos Olímpicos de PyeongChang. Além de Michel, outros três atletas representaram a delegação brasileira nas modalidades de neve: Isabel Clark no snowboard, e Jaqueline Mourão e Victor Santos no esqui cross-country. O desempenho, porém, também não deve ter sido esperado pela entidade.

Da mesma forma que Michel Macedo no esqui alpino, a rider Isabel Clark sofreu uma queda durante o último treino e teve sua participação vetada no Snowboardcross - era a despedida da atleta em Jogos Olímpicos. Já Jaqueline e Victor foram os únicos que terminaram suas provas, mas não conseguiram melhorar as marcas do país no esqui cross-country. 

Agora, resta à delegação brasileira apenas a participação de Isadora Williams no programa longo (22h do dia 22 no horário de Brasília) e as provas do Bobsled 4-man (21h15 dos dias 23 e 24, também no horário brasileiro). 

Quanto à Michel, ele retoma sua temporada para tentar melhorar suas marcas no esqui alpino - ele possui quatro dos cinco recordes nacionais na modalidade. 'Quero fazer bastante competição para melhorar mais os meus pontos FIS. Pretendo continuar evoluindo e melhorando mais", concluiu o brasileiro.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.