Diário de PyeongChang #22 - Alemanha reage no Quadro de Medalhas

Alemães dominaram Combinado Nórdico nesta terça-feira

Após estagnar no quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos de PyeongChang e ver a Noruega ultrapassá-la nesta semana, a delegação da Alemanha reagiu nos últimos dois dias e voltou à briga pela liderança simbólica do evento. Os dois países estão empatados em número de ouros e a disputa deve ser decidida apenas no último dia de competições, dia 25 de fevereiro.

A Alemanha não vence o quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos de Inverno desde 2006, na edição de Turim. Nesta terça-feira, 20 de fevereiro, o responsável pelo empate foi Johannes Rydzek, que venceu a prova do Combinado Nórdico e liderou o pódio triplo alemão ao chegar à frente dos compatriotas Fabian Rießle e Eric Frenzel, respectivamente prata e bronze. 



A vantagem só não foi maior porque a equipe da Alemanha deixou escapar uma vitória que estava nas mãos no revezamento misto do Biatlo. O país europeu liderava tranquilo até a antepenúltima parada de tiro, mas Arnd Peiffer, responsável por fechar o revezamento, errou seis dos oito tiros alemães e caiu para a quarta posição. Melhor para a França que, liderada por Martin Fourcade, levou o ouro - a Noruega ficou com a prata e a Itália foi bronze. 

O Canadá também teve um dia proveitoso e se aproxima da terceira posição em número de ouros. O país da América do Norte conquistou duas medalhas douradas nesta terça. No Esqui Livre Halfpipe, Cassie Sharpe manteve a boa forma da classificatória e foi a campeã com 95.80 pontos. Já na Dança no Gelo, o casal Tessa Virtue e Scott Moir conquistaram o bicampeonato olímpico com um novo recorde mundial: 206.07 pontos na somatória de suas duas apresentações. 

Por fim, a Coreia do Sul ganhou sua quarta medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de PyeongChang, a terceira na patinação de pista curta. As mulheres venceram a prova de Revezamento 3 mil metros, à frente da Itália na bateria decisiva. O curioso é que China e Canadá, também presentes na Final A, foram penalizadas e a medalha de bronze caiu no colo da Holanda, que momentos antes venceu a Final B com nada menos do que o recorde mundial! 

Por fim, o dia reservou a reta final da primeira fase do Curling por equipes, com o Canadá precisando de um milagre para seguir vivo na disputa feminina, e a despedida do time unificado da Coreia no hóquei no gelo feminino. Último jogo das coreanas foi bem emocionante - mas isso é assunto para um post específico! 

Mais sobre o Doping

A situação ficou mais difícil para o russo Alexander Krushelnytsky, bronze no Curling de Duplas Mistas ao lado da mulher Anastasia Bryzgalova. A contraprova do exame antidoping confirmou a utilização do Meldonium, substância proibida desde 2016, no sangue do atleta. Ele testou positivo no fim de janeiro, mas o caso só veio à tona nesta semana, quando ele já tinha encerrado sua participação olímpica.

O Comitê Olímpico Russo, responsável pela equipe OAR (Atletas Olímpicos da Rússia) divulgou um comunicado que "expressas as sinceras lamentações" com o caso de doping de Krushelnytsky, mas  reforça que "seu uso é absolutamente inútil" se tivesse sido usado para aumentar seu desempenho. 

Diante da contraprova, o caso retorna ao CAS que determinará a sanção ao atleta. Possivelmente, ele perderá a medalha de bronze conquistada na disputa do Curling de Duplas Mistas - a Noruega subirá uma posição e herdará a medalha. O fato também acirra a crise entre COI e Rússia na luta antidoping. Os dois lados ensaiavam uma reaproximação após as punições contra os atletas russos no fim de 2017. 

Por fim, PyeongChang soube de mais um caso de doping nessa terça-feira. Ziga Jeglic, jogador de hóquei no gelo da Eslovênia, testou positivo para fenoterol, substância que auxilia na respiração. Ele próprio admitiu o uso da droga por descuido e já deixou a Vila Olímpica. O CAS também abriu investigação sobre o caso, mas a punição deve ser apenas ao atleta. Esse foi o terceiro caso de doping nesta edição dos Jogos. Antes dele e do russo Alexander Krushelnytsky, o japonês Kei Saito também caiu no exame antes de iniciar suas provas. 

Curling - Disputa por equipes
Masculino: Reino 10 x 3 Noruega; Canadá 8 x 4 Japão; Coreia do Sul 8 x 7 Suíça; Suécia 7 x 3 Itália; Estados Unidos 8 x 4 Suíça; Itália 6 x 4 Noruega; Japão 6 x 4 Dinamarca
Feminino: China 7 x 5 Canadá; Coreia do Sul 9 x 6 Estados Unidos; Reino Unido 8 x 6 Japão

Patinação Artística - Dança no Gelo
Ouro: Tessa Virtue e Scott Moir (Canadá) - 206.07 pontos
Prata: Gabriella Papadakis e Guillaume Cizeron (França) - 205.28 pontos
Bronze: Maia Shibutani e Alex Shibutani (EUA) - 192.59 pontos

Tessa Virtue e Scott Moir são bicampeões olímpicos na Dança no Gelo

Esqui Livre Halfpipe - Feminino
Ouro: Cassie Sharpe (Canadá) - 95.80 pontos
Prata: Marie Martinod (França) - 92.60 pontos
Bronze: Brita Sigourney (EUA) - 91.60 pontos

Esqui Livre Halfpipe - Masculino (classificatória)
1º lugar: Aaron Blunck (EUA) - 94.40 pontos
2º lugar: Alex Ferreira (EUA) - 92.60 pontos
3º lugar: Torin Yater-Wallace (EUA) - 89.60 pontos

Biatlo - Revezamento Misto
Ouro: França - 1h08min34seg3 (4)
Prata: Noruega - 1h8min55seg2 (12)
Bronze: Itália - 1h09min02seg1 (7)

Patinação Pista Curta Revezamento 3000 metros - Feminino
Ouro: Coreia do Sul - 4min07seg361
Prata: Itália - 4min15seg901
Bronze: Holanda - 4min03seg471 (WR) * A Holanda disputou a final B e ficaria na quinta posição, mas dois times da Final A foram punidos e o país herdou o bronze


Coreia do Sul comemora ouro no revezamento feminino da patinação pista curta 

Bobsled Feminino (primeiro dia)
1º lugar - Mariama Jamanka (Alemanha) - 1min41seg26
2º lugar - Elana Meyers Taylor (EUA) - 1min41seg33
3º lugar - Stephanie Schneider (Alemanha) - 1min41seg56

Combinado Nórdico - LH/10km
Ouro: Johannes Rydzek (Alemanha) - 23min52seg5
Prata: Fabian Rießle (Alemanha) - 23min52seg9
Bronze: Eric Frenzel (Alemanha) - 23min53seg3

Hóquei no Gelo - Feminino (Playoffs)
Suécia 6 x 1 Coreia; Suíça 1 x 0 Japão
5º - Suíça
6º - Japão
7º - Suécia
8º - Coreia

Hóquei no Gelo - Masculino (Playoffs)
Estados Unidos 5 x 1 Eslováquia; Noruega 2 x 1 Eslovênia; Finlândia 5 x 2 Coreia do Sul; Suíça 1 x 2 Alemanha


Ouro Prata Bronze Total
Noruega 11 10 8 29
Alemanha 11 7 5 23
Canadá 8 5 6 19
Holanda 6 5 3 14
França 5 4 4 13
Estados Unidos 5 3 4 12
Suécia 4 3 0 7
Áustria 4 2 4 10
Coreia do Sul 4 2 2 8
Japão 2 5 3 10
Suíça 2 4 1 7
Itália 2 2 4 8
República Tcheca 1 2 3 6
Eslováquia 1 2 0 3
Belarus 1 1 0 2
Reino Unido 1 0 3 4
Polônia 1 0 1 2
Ucrânia 1 0 0 1
China 0 5 2 7
OAR 0 3 8 11
Austrália 0 2 1 3
Eslovênia 0 1 0 1
Finlândia 0 0 3 3
Espanha 0 0 2 2
Cazaquistão 0 0 1 1
Liechtenstein 0 0 1 1
Letônia 0 0 1 1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.