Akito Watabe conquista 'tripleta' e é líder no Combinado Nórdico

Troféu, vitórias e camisa amarela de liderança: semana perfeita para Watabe (NordicFocus)

Dono de uma regularidade impressionante na Copa do Mundo de Combinado Nórdico, terminando em segundo ou terceiro nas últimas seis temporadas, o japonês Akito Watabe deu um passo importante no último fim de semana, entre 26 e 28 de janeiro, para continuar na luta pelo título da competição neste ano. O atleta do Japão venceu as três provas individuais realizadas em Seefeld, na Áustria. 

Na primeira prova, HS 109 e 5km de esqui cross-country, Watabe foi o mais rápido com 11min22seg3, apenas cinco décimos à frente do norueguês Jarl Riiber, vice-líder - Fabian Rießle, da Alemanha, foi o terceiro. Na sequência, o japonês venceu a prova HS 109 + 10km com 23min28seg5, com o alemão Vinzenz Geiger em segundo e Riiber em terceiro. Por fim, no HS 109 + 15km, ele conseguiu 34min58seg6 - Riiber e Rießle repetiram o pódio da primeira prova. 

Essa é apenas a segunda vez na história que um atleta conquista a "tripleta", ou seja, as três provas individuais de Combinado Nórdico em Seefeld na mesma temporada. O primeiro atleta a conseguir esse feito foi o alemão Eric Frenzel em 2015. Na ocasião, o atleta da Alemanha assumiu a liderança e foi o campeão da Copa do Mundo da modalidade. 


É o mesmo caminho que Akito Watabe pretende seguir agora. Além das três vitórias em Seefeld, ele foi prata na prova HS 118 + 10km em Chaux-Neuve, na França. Na ocasião, ele ficou apenas quatro décimos atrás do norueguês Jan Schmid, vencedor com 23min59seg7 - Ilkka Herola, da Finlândia, completou o pódio. Assim, o atleta do Japão pulou para 745 pontos e assumiu a liderança da Copa do Mundo de Combinado Nórdico, quarenta pontos à frente de Schmid, antigo líder. 

Ainda na etapa francesa, realizada entre 20 e 21 de janeiro, aconteceu a prova por equipes HS 118 e 4x5km de esqui cross-country. A equipe norueguesa foi a campeã com 47min22seg5, treze segundos à frente da Alemanha. Já o time da Finlândia completou o pódio com 47min43seg0. 

Antes da disputa dos Jogos Olímpicos de PyeongChang, a partir do dia 9 de fevereiro, os atletas de Combinado Nórdico participam de mais uma etapa da Copa do Mundo. As provas acontecem em Hakuba, no Japão, entre 3 e 4 de fevereiro. Depois, a competição retorna em março para as últimas provas da temporada.


Disputa feminina na Copa Continental tem vitória de russa e japonesa

Após o cancelamento da primeira etapa da Copa Continental em Otepää, na Estônia, as mulheres finalmente puderam estrear na competição de Combinado Nórdico desta temporada. O evento é o último teste antes das mulheres finalmente poderem competir na Copa do Mundo da modalidade. O Combinado Nórdico é o único esporte que ainda proíbe a participação feminina em suas competições de elite. 

As duas primeiras provas femininas da Copa Continental aconteceram em Rena, na Noruega, entre 20 e 21 de janeiro com a disputa HS 111 e 5km de esqui cross-country. A Stefaniya Nadymova, 23 anos foi a primeira campeã ao completar o percurso em 16min26seg9 - a japonesa Ayane Miyazaki e a norueguesa Jenny Nowak, ambas com 15 anos, terminaram com a prata e bronze, respectivamente. No dia seguinte, Miyazaki venceu a segunda prova com 16min23seg2, deixando Nadymova com a segunda posição - Nowak novamente foi a terceira colocada. 

A segunda e última etapa da Copa Continental feminina de Combinado Nórdico acontecerá em Nizhny Tagil, na Rússia, entre 9 e 11 de março. A expectativa é que até 2021 as mulheres já estejam participando da Copa do Mundo da modalidade e, em 2022, elas também possam participar dos Jogos Olímpicos de Inverno. 

Nadymova e Miyazaki foram os destaques na primeira prova feminina da Copa Continental (Romina Eggert)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.