World Team Challenge de Biatlo mobiliza fãs e atletas na Alemanha

Mais de 45 mil pessoas lotaram a Veltins Arena, na Alemanha, para conferir o World Team Challenge de Biatlo (Divulgação)

Mais de 45 mil pessoas estiveram presentes nas arquibancadas da Veltins Arena, estádio do Schalke 04, um dos mais populares clubes de futebol da Alemanha, no último dia 28 de dezembro. Entretanto, ao invés de acompanharem uma partida de futebol, os torcedores assistiram a uma disputa de Biatlo com o evento World Team Challenge. 

O torneio é totalmente comercial e não possui vínculo com a IBU (União Internacional de Biatlo), o órgão máximo do esporte. A competição nasceu em 2002 a partir da ideia e proposta de Herbert Fritzenwenger, um ex-atleta de Biatlo que buscava um novo formato de evento para a modalidade, com mais entretenimento e menos burocracia, principalmente na virada do ano - época em que as emissoras de televisão buscam novidades para transmitir. 

Não há pontos de Copas do Mundo para os vencedores e a corrida é realizada com neve artificial, mas mesmo assim o World Team Challenge caiu no gosto dos principais atletas de Biatlo. Em partes por conta da premiação (cada dupla ganha € 10 mil apenas por largar), mas também pela atmosfera diferente da disputa, realizada em um estádio de futebol, com mais público e atenção do público e mídia. 

A corrida é disputada por duplas (um homem e uma mulher), que se revezam após completarem um circuito de 1,3 quilômetro com um estande de tiros (e uma área de 75 metros de penalidade para cada tiro desperdiçado). A competição começa com uma prova de largada coletiva, seguida por uma de perseguição. É um modelo similar ao revezamento misto simples adotado pela IBU neste ciclo olímpico. 

Nesta temporada, a dupla vencedora do World Team Challenge contou com os russos Alexey Volkov, campeão olímpico e mundial no revezamento masculino, e Ekaterina Yurlova, campeã mundial em 2015 na prova individual de 15km. Com apenas um tiro desperdiçado, eles abriram vantagem sobre os rivais e venceram com 33min21seg1. 

Os tchecos Ondřej Moravec e Eva Puskarčiková terminaram na segunda posição, 24 segundos atrás, e os austríacos Lisa Hauser e Julian Eberhard completaram o pódio. A Alemanha, dona da casa e cotada como favorita antes do evento, viu suas duplas terminarem na sexta e oitava posições. A estrela Laura Dahlmeier, que comandaria uma das duplas, cancelou sua participação na véspera. 

Agora, os atletas de Biatlo voltam suas atenções para a sequência da temporada, com etapas da Copa do Mundo em janeiro de 2018 e, principalmente, os Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang, em fevereiro. Já o World Team Challenge já pensa na próxima temporada. Ainda em janeiro começará a pré-venda de ingressos para o evento em dezembro de 2018.

Pódio do World Team Challenge de Biatlo, com os russos no lugar mais alto (Divulgação)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.