Tobias Macedo retorna com boas marcas no Esqui Alpino

Tobias Macedo (Divulgação/CBDN)

Representante do Brasil na primeira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude de Inverno, Tobias Macedo segue competindo em provas de esqui alpino nos Estados Unidos, onde mora. O atleta esteve presente em três provas de Slalom no resort Spirit Mountain Recreation Area entre 12 e 14 de janeiro, e mostrou que também poderia participar dos Jogos Olímpicos de PyeongChang, em fevereiro.

Tobias, irmão mais velho de Michel (que representará o Brasil nos Jogos de 2018), conseguiu três marcas abaixo dos 100 pontos FIS, o que garante o índice B e o credencia à disputa em olímpica. Apenas os irmãos Macedo e Guilherme Grahn possuem marcas necessárias para competir pelo Brasil no esqui alpino em PyeongChang. 

Na primeira corrida, dia 12, o brasileiro foi o 32º com 1min45seg67 e 94.64 pontos FIS - Ryley Remme, do Canadá, venceu com 1min39seg36 e 48.92 pontos. No dia seguinte, ele foi o 28º com 1min48seg42 e 92.90 pontos FIS - Teagan Olin, dos Estados Unidos, foi o campeão com 1min42seg49 e 51.21 pontos. Por fim, Tobias foi o 26º na última prova com 1min47seg96 e 91.09 pontos FIS - Remme conseguiu o segundo ouro com 1min42seg16 e 50.21 pontos. 

Na equipe feminina, Isabella Springer competiu em duas provas de Slalom em Folgaria-Fondo Grande, na Itália, entre 13 e 14 de janeiro. Na primeira corrida, a brasileira foi a 25ª com 1min58seg29 e 228.11 pontos FIS - Sara Mattiolo, da Itália, venceu com 1min35seg81 e 59.18 pontos. No dia seguinte, a atleta foi a 20ª com 1min51seg26 e 233.44 pontos FIS - a também italiana Jennifer Paissan foi a campeã com 1min29seg06 e 53.97 pontos. 

Chiara Marano, por sua vez, participou de três provas de Slalom Gigante entre 13 e 15 de janeiro. O seu melhor desempenho foi justamente no último dia em Krvavec, na Croácia. A brasileira terminou na 33ª colocação com 1min57seg79 e 163.83 pontos FIS - Erika Pykalainen, da Finlândia, foi a vencedora com 1min43seg30 e 26.36 pontos. 

Antes, Chiara esteve em Reiteralm, na Áustria. Na primeira corrida, ela ficou na 80ª posição com 1min58seg84 e 174.52 pontos FIS - Lisa Marie Loipetssperger, da Alemanha, venceu com 1min43seg94 e 34.04 pontos. No dia seguinte, a atleta da CBDN não largou na segunda descida e ficou de fora da classificação final. Loipetssperger foi a campeã novamente com 1min44seg82 e 32.77 pontos. 

Precisando de cinco marcas abaixo dos 140 pontos FIS até o dia 21 de janeiro para garantirem uma cota nos Jogos Olímpicos de PyeongChang, as mulheres da equipe brasileira de esqui alpino farão uma última tentativa. Chiara Marano, por exemplo, participará de quatro provas de Slalom Gigante na Áustria e Eslovênia entre 18 e 19 de janeiro. Já Isabella terá uma sequência de provas na Itália. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.