Após seis anos, suíço Dario Cologna conquista o Tour de Ski

Dario Cologna comemora quarto título do Tour de Ski (NordicFocus)

Levou seis anos, com um tabu de três anos sem vitória na Copa do Mundo de Esqui Cross-Country, mas o suíço Dario Cologna, um dos grandes nomes da modalidade nos últimos anos, voltou a conquistar o Tour de Ski nesta temporada. Ele confirmou o título nesse domingo, 7 de janeiro, com a vitória na prova de 9km de perseguição em técnica livre. 

O atleta da Suíça venceu a prova com 28min52seg1 e levou o troféu com o tempo total de 2h49min29seg8. Realizando uma prova de recuperação, o norueguês Martin Sundby, vencedor em 2014 e 2016, saiu da sexta posição para o vice-campeonato do Tour de Ski. Alex Harvey, do Canadá, completou o pódio e terminou na terceira posição. 

Dono de três medalhas de ouro em Jogos Olímpicos e com cinco títulos gerais da Copa do Mundo de Esqui Cross-Country, Dario Cologna chegou ao quarto título do Tour de Ski. Anteriormente, ele tinha sido campeão nas temporadas 2009, 2011 e 2012. Dessa forma, ele prossegue como o maior vencedor masculino da competição. 


Entre as mulheres, a norueguesa Heidi Weng sagrou-se bicampeã com uma arrancada nas últimas duas provas do Tour em Val di Fiemme, na Itália. Na penúltima etapa, ela tirou mais de 40 segundos da vantagem de sua compatriota Ingvild Østberg, então líder do torneio. Já nos 9km de perseguição em técnica livre, ela ultrapassou a colega de equipe e conquistou o troféu. 

"É claro que estou feliz de vencer novamente o Tour. Foi muito difícil. 

Heidi Weng completou o percurso em 32min13seg3 e encerrou o Tour de Ski com o tempo total de 2h20min56seg5. Ingvild Østberg terminou com o vice-campeonato, quase 50 segundos atrás da campeã. Jessica Diggins, dos Estados Unidos, completou o pódio e foi a terceira colocada no ranking feminino. 

Com esse desempenho, Heidi Weng assume também a liderança da Copa do Mundo de Esqui Cross-Country com 1154 pontos, contra 1087 de Østberg. Entre os homens, Martin Sundby é o novo líder com 875 pontos, apenas 68 à frente de Dario Cologna. Agora, os atletas terão uma semana de descanso. Eles retornam no próximo fim de semana, 13 e 14 de janeiro, com provas de sprint livre em Dresden, na Alemanha.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.