Mengtao Xu e Maxim Burov conquistam o título no Esqui Aerials

Mengtao Xu comemora vitória que deu o quarto título da Copa do Mundo de Esqui Aerials (reprodução)

A experiente chinesa Mengtao Xu, 27 anos e medalhista olímpica e mundial, e o novato russo Maxim Burov, 19 anos e em sua quarta temporada no circuito internacional, conquistaram o título da Copa do Mundo de Esqui Livre Aerials de 2018. Os atletas ganharam o Globo de Cristal após as últimas duas provas da modalidade em Lake Placid, Estados Unidos, entre 19 e 20 de janeiro. 

Campeã em 2012, 2013 e 2017, Mengtao Xu sofreu para conquistar seu quarto título da competição. Líder do ranking feminino antes da disputa em Lake Placid, a atleta da China foi a quinta colocada na penúltima prova e viu a bielorrussa Hanna Huskova assumir a liderança ao ganhar a medalha de prata. Lydia Lassila, da Austrália, foi a vencedora com 99.75 pontos e sua compatriota Laura Peel completou o pódio. 

Entretanto, na corrida derradeira da temporada, foi a vez de Huskova tropeçar e ficar fora do pódio. Mengtao Xu aproveitou o deslize da rival e venceu a prova com 112.99 pontos no total - as australianas Lydia Lassila e Laura Peel novamente subiram ao pódio e ficaram com a prata e bronze, respectivamente. 

Dessa forma, Xu encerrou a temporada da Copa do Mundo de Esqui Livre Aerials com 405 pontos em seis provas, apenas 44 à frente de Hanna Huskova, vice-campeã. "Foi uma temporada difícil e tive que me superar com os saltos triplos para ficar no topo. Agora, com os Jogos Olímpicos, eu estou confiante com meus saltos e espero fazer o meu melhor na Coreia do Sul", comentou a campeã.

Maxim Burov foi o campeão entre os homens (Reprodução)

Entre os homens, o jovem russo Maxim Burov também sofreu para conquistar seu primeiro Globo de Cristal. Líder antes das etapas em Lake Placid, o atleta foi apenas o nono colocado na penúltima prova e perdeu a primeira posição no ranking para o chinês Zongyang Jia, vencedor com 126.99 pontos - Oleksandr Abramenko, da Ucrânia, ficou na segunda posição e Olivier Rochon, do Canadá, completou o pódio. 

Contudo, na última prova, Jia também tropeçou e terminou sua participação apenas na 12ª colocação. Burov aproveitou e venceu a disputa com 128.51 pontos, à frente do bielorrusso Anton Kushnir, segundo, e do japonês Naoya Tabara, bronze. Com o resultado, Maxim Burov conquistou o título da Copa do Mundo de Esqui Livre Aerials com 355 pontos, 26 à frente de Zongyang Jia, vice-campeão, e 35 de Kushnir, terceiro. 

Agora, com o fim da temporada, os atletas de Esqui Livre Aerials se preparam para o principal desafio: a disputa dos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang, em fevereiro. É a última oportunidade de ver Lydia Lassila, uma das principais atletas da modalidade, em ação. A australiana já declarou que se aposentará de vez após a disputa olímpica. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.