Federico Pellegrino volta a vencer no Esqui Cross-Country

Federico Pellegrino comemora a vitória em Dresden, na Alemanha (NordicFocus)

Atual campeão mundial de Sprint no Esqui Cross-Country, o italiano Federico Pellegrino voltou a vencer uma etapa da Copa do Mundo da modalidade após quase um ano de tabu. De quebra, foi em dose dupla. Ele venceu tanto a prova individual quanto a por equipe no Sprint em técnica livre em Dresden, na Alemanha, entre 13 e 14 de janeiro. 

No sábado, Pellegrino conseguiu o tempo de 1min52seg77 na última bateria da prova e ficou 18 centésimos à frente do norueguês Johannes Klaebo, segundo colocado - Lucas Chanavat, da França, completou o pódio. "Quando eu tiver netos, essa será a história que eu contarei a eles: consegui vencer Johannes", comemorou o vencedor. 

Já no domingo, dia 14, o italiano fez dupla com Dietmar Noeckler e venceu a competição por equipes com 12min18seg31 - a Suécia, com Emil Joensson e Teodor Peterson, ficou com a prata e a Rússia, com Andrey Krasnov e Gleb Retivykh, com o bronze. 

Líder da Copa do Mundo de Esqui Cross-Country antes de abdicar de sua participação no Tour de Ski. Johannes Klaebo é o vice-líder, mas diminuiu a distância em relação à Martin Sundby, também da Noruega. Agora, Sundby lidera a competição com 875 pontos, apenas 43 pontos de vantagem sobre o compatriota. 


Entre as mulheres, a sueca Hanna Falk conquistou sua primeira vitória em oito anos na Copa do Mundo de Esqui Cross-Country ao conseguir o tempo de 2min11seg02 na última bateria da prova de Sprint Livre. Sua compatriota Maja Dahlqvist ficou com a segunda posição, 23 centésimos atrás. Sophie Caldwell, dos Estados Unidos, completou o pódio com 30 centésimos da vencedora. 

Na competição por equipes, a Suécia conseguiu uma dobradinha. A dupla Ida Ingemarsdotter e Maja Dahlqvist venceu com 13min33seg40, apenas 16 centésimos de segundos à frente de Hanna Falk e Stina Nilsson. Os Estados Unidos, com a dupla Ida Sargent e Sophie Caldwell, ficou com o bronze com 23 centésimos atrás das vencedoras. 

O resultado não interferiu no ranking feminino da temporada. A norueguesa Heidi Weng, vencedora do Tour de Ski, segue na liderança isolada com 1154 pontos. Sua compatriota Ingvild Østberg é a segunda com 1087. A norte-americana Jessica Diggins é a terceira com 776. 

A Copa do Mundo de Esqui Cross-Country retorna já neste fim de semana, entre 20 e 21 de janeiro, em Planica, na Eslovênia, com provas de sprint clássico e provas de média distância (10km para mulheres e 15km para homens). É a penúltima etapa antes dos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang, em fevereiro. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.