Curling brasileiro inicia desafio inédito contra o Canadá

Equipe brasileira: Chad, Sergio, Filipe, Marcio Cerquinho, Scott e Marcelo (Divulgação)

É, de longe, a semana mais importante do Curling Brasileiro desde sua primeira formação em 2009. Pela primeira vez na história, a seleção nacional irá enfrentar o principal país da modalidade em um evento oficial. Brasil e Canadá participam do America's Challenge de 2018. As partidas acontecerão em London, na província de Ontário, no Canadá, entre 11 e 13 de janeiro. 

Mais do que a oportunidade de enfrentar o país que possui as melhores equipes de Curling do planeta, é a visibilidade que aumenta a importância do confronto. Os jogos serão realizados no mesmo local e simultaneamente à disputa da Continental Cup, evento que reúne as melhores equipes da América do Norte, Europa e Ásia. A expectativa é de que mais de 20 mil pessoas estejam nas arquibancadas. 

“Apesar de já termos participado de vários campeonatos mundiais de duplas e de equipe Mista, creio que esta será a maior exposição que o Curling Brasileiro jamais teve”, admitiu Marcelo Mello,  mais uma vez skip da seleção brasileira.

Ele comanda a mesma equipe que enfrentou os Estados Unidos no America's Challenge de 2017. Scott McMullan é o vice-skip, Marcio Cerquinho é o second e Filipe Nunes ocupa a posição lead. Sergio Mitsuo Vilela é o reserva e o canadense Chad McMullan, irmão de Scott, substitui Robbie Gallaugher como treinador neste ano. 

Glenn Howard, primeiro à esquerda, enfrentará os brasileiros (Reprodução)

Já o Canadá, que tinha prometido uma equipe forte para enfrentar os brasileiros, cumpriu sua palavra. O país será representado pelo time de Glenn Howard. Aos 55 anos e ainda na ativa, Howard é considerado um dos maiores jogadores de Curling da história. Ele possui quatro títulos mundiais (1987, 1993, 2007 e 2012), é o atleta com mais jogos no Brier (o campeonato canadense) e ocupa a 15ª posição no ranking mundial de equipes. Ele jogará ao lado de Adam Spencer, David Mathers e Scott Howard. 

"Temos a honra de representar o nosso país neste desafio e posso te garantir muito a sério. Sabemos como é importante disputar um Mundial e conhecemos a expectativa que os torcedores canadenses têm quando as equipes utilizam a Maple Leaf [folha de bordo, planta símbolo do Canadá]. Faremos o possível para atender essa expectativa", comentou Glenn Howard. 

O America's Challenge de Curling é um confronto de até cinco partidas que determina a segunda vaga do continente americano no Mundial Masculino de Curling. Vence o país que obter três triunfos no confronto. Neste ano, o Mundial acontecerá em Las Vegas, nos Estados Unidos, entre 31 de março e 8 de abril. 

Essa é a quinta participação da seleção masculina do Brasil no America's Challenge. Antes, o país enfrentou os Estados Unidos em 2009, 2010, 2015 e 2017. Já o Canadá faz sua estreia. O país tem 36 títulos mundiais em 59 edições do Mundial Masculino e, normalmente, possui vaga garantida por ser líder do ranking. Contudo, como os norte-americanos sediam o torneio nesta temporada, já possuem a cota reservada ao continente. 

Confira o calendário de jogos do America's Challenge (horário de Brasília): 

Jogo 1: 11 de janeiro de 2018, às 22h
Jogo 2: 12 de janeiro de 2018, às 17h30
Jogo 3: 12 de janeiro de 2018, às 22h
Jogo 4: 13 de janeiro de 2018, às 17h30 (se necessário)
Jogo 5: 13 de janeiro de 2018, às 22h (se necessário)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.