Atletas de esqui cross-country do Brasil competem na Suíça

Bruna Moura segue em busca da vaga feminina nos Jogos Olímpicos de PyeongChang (Divulgação)

Com o período pré-olímpico prestes a se encerrar, as atletas da delegação brasileira de esqui cross-country correm contra o tempo para melhorarem suas marcas e garantirem as cotas que o Brasil tem direito nos Jogos Olímpicos de PyeongChang, em fevereiro. No total, sete atletas participaram de provas em Campra, na Suíça, entre 5 e 6 de janeiro. 

Entre as mulheres, Gabriela Neres e Bruna Moura competiram no Sprint clássico na sexta-feira, 5 de janeiro. Bruna foi a melhora brasileira ao terminar na 35ª posição da classificatória com 4min32seg04 e 319.55 pontos FIS. Gabriela foi a 36ª com 5min14seg31 e 549.79 pontos FIS - a alemã Anne Winkler foi a campeã na bateria decisiva. 

No dia seguinte, Mirlene Picin reforçou a delegação brasileira na prova de 10km em técnica livre na Suíça. Bruna novamente foi a melhor atleta do país ao ficar na 44ª colocação com 32min32seg6 e 226.22 pontos FIS. Mirlene foi a 45ª com 34min07seg0 e 273.77 pontos. Já Gabriela ficou em 46ª com 34min19seg0 e 280.02 pontos FIS. A italiana Sara Pellegrini venceu com 26min28seg3 e 42.73 pontos FIS. 

Entre os homens, Leandro Lutz e Victor Santos, que duelam pela vaga olímpica do Brasil em 2018, participaram da competição adulta em Campra. No Sprint clássico, Victor foi o único representante do país e terminou na 74ª colocação com 4min22seg71 e 290.48 pontos FIS. Nas baterias, Maicol Rastelli, da Itália, foi o vencedor da prova. 

Depois, na corrida de 15km em técnica livre, Victor ganhou a companhia de Leandro, mas foi o melhor atleta brasileiro ao terminar na 86ª posição com 43min52seg7 e 229.15 pontos FIS. Lutz foi o 92º com 51min00seg9 e 391.92 pontos FIS - Clement Arnault, da França, foi o vencedor com 35min04seg6 e 28.41 pontos FIS. 

Já na categoria júnior, Lucas Lima e Manex Silva foram os representantes brasileiros. No sprint clássico, Manex conseguiu uma excelente 60ª colocação logo em sua estreia em competições na neve, com 4min36seg97 e 424.51 pontos FIS. Lucas foi o 67º com 4min43seg27 e 458.18 pontos FIS - Camille Laude foi o campeão da disputa. 

Depois, nos 10km em técnica livre, Lucas foi o 71º com 28min18seg3 e 237.10 pontos FIS. Manex ficou na 77ª colocação com 29min22seg1 e 274.48 pontos FIS. O vencedor foi o francês Tom Mancini com 22min45seg6 e 42.20 pontos no total. 

A equipe brasileira de esqui cross-country retorna no próximo fim de semana, entre 13 e 14 de janeiro, com mais provas na Suíça. Lucas Lima, Victor Santos e Leandro Lutz, os três principais concorrentes à vaga olímpica do Brasil em PyeongChang, competem em duas corridas de distance em Steg. 

Leandro Lutz competiu na Turquia na virada do ano

Em busca de melhorar sua marca e garantir a classificação aos Jogos Olímpicos de PyeongChang, Leandro Lutz participou de três provas de esqui cross-country na virada do ano. Entre 31 de dezembro e 3 de janeiro, ele esteve presente em Kandilli/Erzurum, na Turquia. 

No dia 31, na corrida de 10km em técnica clássica, Lutz foi o 17º com 32min46seg1 e 246.01 pontos FIS. No dia seguinte, nos 15km em técnica livre, ele repetiu a posição, mas com o tempo de 52min15seg2 e 206.33 pontos FIS. Por fim, no dia 3, participou de mais uma prova de 15km em técnica livre e foi o 18º com 43min23seg6 e 204.05 pontos. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.