Com Top 15, Isabel Clark se aproxima da vaga olímpica no Snowboard

Isabel Clark, de amarelo, conquista mais um Top 15 no snowboardcross (Divulgação)

A brasileira Isabel Clark está cada dia mais próxima de confirmar sua quarta participação nos Jogos Olímpicos de Inverno. A atleta, principal nome do Brasil nos esportes de neve, esteve presente na segunda etapa da Copa do Mundo de Snowboardcross em Val Thorens, na França, entre 12 e 13 de dezembro, e conseguiu mais um bom resultado em sua carreira. 

Na classificação final, Isabel terminou na 15ª colocação e garantiu 160 pontos no ranking internacional do snowboardcross feminino. Com três provas realizadas, a brasileira está na 14ª colocação com 520 pontos, tranquilamente dentro da zona de classificação aos Jogos Olímpicos de PyeongChang - as 30 melhores atletas, com limite de quatro competidoras por país, se credenciam à disputa olímpica. 

O resultado em Val Thorens exigiu muito planejamento e força de vontade. Devido ao mau tempo, a classificatória que aconteceria na terça-feira, dia 12, passou para a quarta, um pouco antes do horário programado para as baterias decisivas. Com 1min29seg57, Isabel conseguiu o 15º tempo na classificatória, o suficiente para pegar a penúltima vaga das quartas de final. Contudo, na bateria eliminatória, ela ficou na quarta e última posição - Faye Gulini, dos Estados Unidos, e Meryeta Odine, do Canadá, avançaram.

"Nas finais, apesar de não ter sido suficiente para avançar, tive uma boa performance. Ontem foi um dia difícil, fiquei muito dolorida depois dos treinos na pista, que estava com muito impacto nas aterrissagens. Sabia que não ia ser fácil estar dentro das finais, pois o nível está altíssimo entre as atletas. Então foi positiva a minha superação e classificação às finais", avaliou Isabel. 

A medalha de ouro ficou com a norte-americana Lindsey Jacobellis, atual campeã mundial de snowboardcross. Ela derrotou a francesa Chloe Trespeuch, prata, e a italiana Michele Moioli, bronze, na bateria decisiva. O resultado manteve Jacobellis na liderança da Copa do Mundo de Snowboardcross com 2800 pontos, 400 à frente de Trespeuch. 

Entre os homens, o título na etapa francesa ficou com o alemão Paul Berg, que voltou a vencer uma prova de Copa do Mundo após três anos e meio. Adam Lambert, da Austrália, terminou na segunda posição e Lucas Eguibar, da Espanha, foi o terceiro. No ranking masculino, a liderança é de Alex Pullin, também da Austrália, com 2400 pontos, mais de mil à frente de Lambert. 

Os atletas terão pouco tempo de descanso. A próxima etapa da Copa do Mundo de Snowboardcross começa nesta sexta-feira, dia 15, com as classificatórias e termina no domingo, dia 17. As provas serão realizadas em Montafon, na Áustria. Depois, entre 21 e 22, eles participam de mais uma prova em Cervinia, na Itália. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.