Sandra Näslund inicia temporada do Esqui Cross em grande estilo

Sandra Näslund (GEPA Pictures)

Campeã mundial em 2017 aos 21 anos, a jovem Sandra Näslund, da Suécia, mostrou que continua em grande fase na abertura da temporada olímpica no Esqui Livre Cross. A atleta venceu duas das três primeiras provas da Copa do Mundo da modalidade. As corridas aconteceram ao longo desta semana, entre 7 e 15 de dezembro, nos alpes da França, Suíça e Áustria.

Näslund foi a campeã da primeira prova da temporada em Val Thorens, na França, no dia 7 de dezembro. Ela venceu a bateria final e chegou à frente da alemã Heidi Zacher, prata, e da canadense Kelsey Serwa, bronze. Depois, no dia 12, em Arosa, na Suíça, a atleta da Suécia voltou a vencer, com Zacher novamente na segunda posição e Brittany Phelan, também do Canadá, foi a terceira.

"É muito bom começar a temporada assim. Agora tenho que manter esse ritmo", comemorou Näslund, bronze na terceira prova da temporada em Montafon, na Áustria - Fanny Smith, da Suíça, foi a vencedora e Heidi Zacher conquistou a terceira medalha de prata na Copa do Mundo de Esqui Livre Cross

As duas vitórias já igualam o desempenho de Sandra Näslund em sua carreira. Antes da atual temporada, ela também tinha duas vitórias em provas da Copa do Mundo de Esqui Livre Cross. Assim, ela lidera a competição com 260 pontos em 300 possíveis, 20 de vantagem sobre Heidi Zacher.


Entre os homens, a disputa está equilibrada. Christopher Del Bosco, do Canadá, foi o campeão da primeira prova, na França, á frente dos franceses Arnaud Bovolenta, prata, e Terence Tchiknavorian, bronze. Na segunda prova, na Suíça, Viktor Andersson, da Suécia, foi o primeiro colocado, com o canadense Kevin Drury em segundo e o também sueco Victor Norberg em terceiro. Por fim, na Áustria, o russo Sergey Ridzik conquistou o ouro, com Tchiknavorian na segunda posição e Jean Frederic Chapuis, também francês, em terceiro. 

Dessa forma, apenas 40 pontos separam o primeiro do sexto colocado no ranking masculino da Copa do Mundo de Esqui Livre Cross. Terence Tchiknavorian lidera a competição com 140 pontos, enquanto que Sergey Ridzik é o segundo com 129 e Viktor Andersson é o terceiro com 109. 

A atual temporada da Copa do Mundo de Esqui Livre Cross está sofrendo com as más condições climáticas. A segunda prova em Val Thorens foi cancelada por conta da neve persistente, neblina e ventos fortes. Em Arosa, a classificatória foi considerada como prova oficial também por conta de uma nevasca. Já em Montafon a organização cancelou a classificatória.

Antes do fim do ano, os atletas de esqui cross ainda participam de mais duas corridas na temporada. Ambas acontecerão em Innichen, na Itália, entre 21 e 22 de dezembro. Elas também encerram o Cross Alps Tour, campeonato que engloba provas nos alpes da Europa Central. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.