'Novata', Denise Hermann vence abertura da Copa do Mundo de Biatlo

Denise Hermann conquista duas vitórias na Copa do Mundo de Biatlo (Evgeny Tumashov/IBU)

Após oito temporadas no esqui cross-country, com oito pódios, mas nenhuma vitória na elite do esporte, a alemã Denise Hermann decidiu migrar para o Biatlo em 2016. Um ano depois, a abertura da Copa do Mundo da modalidade em Östersund, na Suécia, entre 26 de novembro e 3 de dezembro, mostrou que ela tomou a decisão correta. 

A competidora da Alemanha foi a grande destaque da competição ao vencer duas das três provas individuais da primeira etapa. Primeiro, no sprint 7,5km, ela completou o percurso em 19min54seg8 e um tiro desperdiçado - Justine Braisaz, da França, foi a segunda colocada e Yuliia Dzhima, da Ucrânia, foi a terceira. Depois, na prova de perseguição 10km, a atleta venceu com 30min02seg7 e dois tiros errados. Braisaz novamente ficou com a prata e Marte Olsbu, da Noruega, completou o pódio. 

"Meu primeiro treinamento de tiro foi em 2012 em Ruhpolding, quando a federação alemã me convidou para tentar. Foi muito interessante, mas essa mudança levou algum tempo. No ano passado eu disse a mim mesma 'é agora ou nunca' e aqui estou", comemorou a atleta, que irá completar 29 anos no dia 20 de dezembro.


No individual feminino 15km, a vencedora também foi uma "novata". Aos 32 anos, Nadezhda Skardino, de Belarus, conseguiu sua primeira vitória na Copa do Mundo de Biatlo ao completar a prova em 42min57seg4 e desempenho perfeito nos tiros. Synnoeve Solemdal, da Noruega, terminou na segunda posição e Yuliia Dzhima foi a terceira. 

Entre os homens, três vencedores diferentes nas três primeiras provas da temporada. Johannes Boe foi o campeão dos 20km individual com 53min24seg5 e nenhum tiro errado. Seu irmão mais velho, Tarjei Boe, foi o mais rápido no sprint 10km com 22min40seg6 e um tiro desperdiçado. Já na perseguição 12,5km, o francês Martin Fourcade venceu com 30min12seg2 e um tiro ruim.

Por fim, nas provas por equipe, a dupla austríaca venceu o revezamento misto simples com 36min17seg0 e apenas dois tiros desperdiçados - Alemanha ficou na segunda posição e Cazaquistão foi o terceiro. Já no revezamento misto de quatro atletas, a Noruega foi a mais rápida com 1h11min31seg7 e incríveis 13 tiros desperdiçados. A Itália, mesmo com apenas seis erros, ficou com a prata e a Alemanha foi bronze. 

A segunda etapa da Copa do Mundo de Biatlo começa nesta sexta-feira, dia 8, e termina no domingo, dia 10. A disputa acontece em Hochfilzen, na Áustria, e terá duas provas individuais (perseguição e sprint) e os revezamentos masculino e feminino.

Confira os melhores momentos da primeira etapa da Copa do Mundo de Biatlo: 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.