Com desfalques, Esqui Livre Halfpipe tem vitória de novatos

Kexin Zhang, 15 anos, conquista sua primeira vitória em casa (FIS/Kielpinski)

A China organizou nessa sexta-feira, 22 de dezembro, a primeira prova internacional de Esqui Livre Halfpipe. Contudo, as provas da Copa do Mundo da modalidade em Secret Garden não contaram com a presença dos principais nomes do esporte - o que fez com que dois atletas conquistassem suas primeiras vitórias na competição. 

Entre as mulheres, a francesa Marie Martinod e a norte-americana Cassie Sharpe, vencedoras das duas etapas anteriores, não participaram da prova. Assim, a chinesa Kexin Zhang, 15 anos garantiu a festa da torcida local ao vencer com 88.80 pontos, à frente da japonesa Yurie Watabe, prata, e da russa Valeriya Demidova, bronze. 

Essa é a primeira vitória da atleta da China em sua terceira disputa na Copa do Mundo - ela tem um bronze na etapa realizada no início de dezembro, nos Estados Unidos. O resultado também a coloca na liderança feminina do Esqui Livre Halfpipe com 189 pontos, 29 à frente da antiga líder Marie Martinod.


"Competir em meu país natal e ser bem sucedida é, talvez, mais importante para mim do que a camisa amarela de liderança agora. É um momento muito especial. Eu quero estar no pódio em PyeongChang, em fevereiro, e esse resultado me dá muita confiança", comentou Kexin Zhang. 

Entre os homens, o francês Thomas Krief, bronze no Mundial de 2013, aproveitou as ausências para conquistar seu primeiro triunfo na Copa do Mundo de Esqui Livre Halfpipe. Ele obteve 90 pontos em sua apresentação e ficou à frente dos suíços Joel Gisler e Robin Briguet, respectivamente segundo e terceiro colocados. 

O resultado acirrou ainda mais a disputa pela liderança masculina no ranking. O norte-americano Alex Ferreira prossegue na primeira posição com 122 pontos, apenas dois à frente do canadense Simon D'Artois. Thomas Krief e David Wise estão empatados na terceira posição com 100 pontos cada.  

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.