Campeão olímpico, David Wise volta a vencer no esqui livre halfpipe

David Wise (Sarah Brunson)

Campeão olímpico de esqui livre halfpipe em 2014 e dono de dois globos de cristal (2012 e 2015), o norte-americano David Wise conseguiu quebrar um incômodo tabu nessa sexta-feira, 8 de dezembro. O atleta voltou a vencer uma etapa da Copa do Mundo halfpipe após três anos. O feito foi obtido na prova realizada em Cooper Mountain, nos Estados Unidos. 

Wise conseguiu 92.80 pontos logo em sua primeira apresentação e, depois, ficou torcendo contra seus rivais para confirmar a primeira vitória desde 5 de dezembro de 2014, também em Cooper Mountain. Os canadenses Noah Bowman e Simon D'Artois conquistaram as medalhas de prata e bronze, respectivamente. 

"Meu objetivo para esta prova era apenas concluir algumas corridas. Eu tenho trabalhado no switch dub há muito tempo e queria testá-lo aqui. Assim que concluí minha primeira corrida, eu já estava no piloto automático. Então, estar no topo do pódio no fim do dia é apenas um bônus", comentou o campeão. 


Se entre os homens o vencedor precisou quebrar um tabu de três anos, na disputa feminina a vitória ficou com uma das favoritas nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018. Atual campeã da Copa do Mundo de Esqui Livre Halfpipe, a francesa Marie Martinod foi a campeã em Cooper Mountain ao conseguir 83 pontos. Devin Logan, dos Estados Unidos, ficou com a prata e a chinesa Kexin Zhang completou o pódio. 

A prova de halfpipe no resort norte-americano foi a segunda etapa da Copa do Mundo da modalidade - a primeira aconteceu em Cardrona, na Nova Zelândia, em setembro. Marie Martinod já é a líder do ranking feminino com 160 pontos, 31 a mais do que a canadense Cassie Sharpe, segunda colocada. Entre o homens, a liderança é do norte-americano Alex Ferreira, vencedor da primeira prova, com 122 pontos, apenas dois à frente de Simon D'Artois. A próxima disputa será no dia 22 de dezembro em Secret Garden, na China.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.