CBDN confirma Michel Macedo nos Jogos Olímpicos de 2018

Michel Macedo durante os Jogos da Juventude de 2016: agora na versão adulta (Divulgação)

Depois de Isadora Williams na patinação artística, a delegação brasileira conheceu o segundo atleta convocado para a disputa dos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang, em fevereiro de 2018. Michel Macedo, 19 anos, será o representante do país no esqui alpino masculino. A CBDN confirmou sua convocação nesta quinta-feira, 28 de dezembro. 

Michel é o único esquiador brasileiro com o índice A olímpico e lidera o ranking nacional, atendendo às exigências da CBDN para garantir sua convocação. Em PyeongChang, ele vai participar das provas técnicas (Slalom e Slalom Gigante) nos dias 18 e 22 de fevereiro em Yongpyong Alpine Centre, sede da disputa do esqui alpino. 

"A sensação da classificação é muito emocionante. É legal porque finalmente posso ver meu esforço e trabalho começarem a se revelar. Estou bem emocionado por essa classificação para minha primeira edição dos Jogos Olímpicos", revelou o atleta em comunicado divulgado pela CBDN. 

Ao longo das últimas três temporadas, Michel Macedo travou um equilibrado duelo interno com Guilherme Grahn, outro esquiador alpino do Brasil com importantes resultados na modalidade. Contudo, enquanto Guilherme é especialista apenas no Slalom, Michel se destacou por sua versatilidade. Ele possui um bom desempenho nas cinco categorias do esporte - tanto que detém quatro recordes brasileiros e acumula nove medalhas em corridas internacionais nos últimos três anos. 

Natural de Fortaleza, capital do Ceará, Michel mora e treina em Oregon, nos Estados Unidos. Em 2016, ele representou o Brasil nos Jogos Olímpicos da Juventude de Inverno em Lillehammer, na Noruega. Na ocasião, ele conseguiu um Top 15 no Super G - até hoje o melhor resultado brasileiro em um torneio internacional de esqui alpino. É a primeira vez que um atleta brasileiro presente na versão "jovem" dos Jogos Olímpicos consegue vaga para a versão "tradicional". 

"Estamos muito contentes com a classificação do Michel para as provas técnicas do Esqui Alpino nos Jogos Olímpicos de 2018. É fruto da grande dedicação do atleta, que venceu a saudável disputa com Guilherme Grahn, quebrando vários recordes brasileiros no processo", comentou Stefano Arnhold, presidente da CBDN.

Aos poucos, a delegação brasileira em PyeongChang começa a ganhar forma. No dia 14 de janeiro fecha o período pré-olímpico no Bobsled e o Brasil saberá quantas vagas irá conseguir e quais atletas serão convocados. Uma semana depois fecha o ranking do Snowboard e do Esqui Cross-Country. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.