André Cintra compete na Copa do Mundo de parasnowboard cross

André Cintra (Divulgação)

Duas semanas após competir na categoria Banked Slalom, o rider brasileiro André Cintra voltou a encarar a Copa do Mundo de Parasnowboard.  O atleta participou de duas provas de snowboardcross em Pyha, na Finlândia, e atingiu o critério mínimo de classificação aos Jogos Paralímpicos de Inverno de 2018.

André compete na categoria LL1, para amputados acima do joelho. Na primeira prova, realizada na sexta-feira, dia 1º de dezembro, ele não passou das oitavas de final e terminou na 15ª colocação, garantindo 160 pontos no ranking internacional. O norte-americano Mike Schultz foi o campeão, com seu compatriota Noah Elliot em segundo e o austríaco Reinhold Schett em terceiro. 

Depois, no dia seguinte, o brasileiro novamente não conseguiu avançar nas oitavas de final e, dessa vez, terminou na 16ª posição e sem somar pontos (apenas os 15 melhores pontuam). Mike Schultz conquistou mais uma medalha dourada, derrotando novamente Noah Elliot na bateria decisiva. O holandês Chris Vos ficou com o bronze. 

Com o resultado, André Cintra cumpre os requisitos exigidos para participar dos Jogos Paralímpicos de Inverno de PyeongChang, em março de 2018. Apenas o campeão mundial de cada categoria e os sete melhores atletas do ranking até maio de 2017 garantem a classificação antecipada. O brasileiro precisa aguardar o convite do Comitê Paralímpico Internacional e da Organização dos Jogos - algo que, pela quantidade reduzida de participantes, certamente irá acontecer. 

Em 2014, André Cintra foi o primeiro brasileiro da história a garantir a classificação aos Jogos Paralímpicos de Inverno e esteve presente na competição ao lado de Fernando Aranha, que competiu no esqui cross-country. A equipe de endurance, inclusive, competirá na próxima semana, entre 9 e 12 de dezembro, para buscar a classificação paralímpica de inverno. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.