Alemã vence novamente e acirra disputa no Bobsled feminino

Stephanie Schneider conquista a segunda vitória na temporada (Viesturs Lacic/IBSF)

Uma semana após surpreender as favoritas na Copa do Mundo de Bobsled feminino, a alemã Stephanie Schneider resolveu mostrar que a boa fase não era apenas temporária. Ao lado da pusher Anikka Drazek, ela foi a campeã da etapa de Innsbruck da competição. As provas foram realizadas entre 15 e 17 de dezembro. 

O trenó comandado pelas alemãs conseguiu o tempo combinado de 1min46seg28 nas duas descidas realizadas. As norte-americanas Elana Meyers Taylor e Kehri Jones terminaram na segunda posição e a dupla Mariama Jamanka e Lisa Buckwitz, também da Alemanha, completou o pódio. "Eu fiz tudo o que tinha que fazer hoje, mas ainda tem algumas coisas que eu quero conquistar nessa temporada", comemorou Schneider após obter a segunda vitória na temporada.

Com mais esse triunfo, a disputa pelo título da Copa do Mundo de Bobsled feminino está acirrada. A diferença da líder para a quinta colocada é de apenas 134 pontos (cada vitória garante 225 pontos para a pilota). A primeira posição segue com a canadense Kaillie Humphries, com 1044 pontos, apenas 14 à frente de Elana Meyers Taylor, vice-líder. 


Na disputa do bobsled masculino, a Alemanha também dominou as provas na Áustria. Francesco Friedrich foi o campeão no 2-man com 1min43seg71, à frente do canadense Justin Kripps, prata, e do suíço Clemens Bracher, bronze. No 4-man, o trenó de Johannes Lochner venceu com 1min42seg45 - Justin Kripps novamente foi o segundo e Francesco Friedrich, também alemão, foi o terceiro. 

No ranking da Copa do Mundo de Bobsled, Justin Kripps lidera o 2-man com 1014 pontos e mesmo sem ter vencido uma prova sequer na temporada - Chris Spring, também do Canadá, é o segundo colocado na competição. Já no 4-man, a liderança é de Johannes Lochner com 1051 pontos, contra 971 do seu compatriota Nico Walther. 

Dukurs volta a vencer na Copa do Mundo de Skeleton

Após ver o sul-coreano Sungbin Yun vencer as últimas três provas masculinas da Copa do Mundo de Skeleton, o letão Martins Dukurs voltou ao lugar mais alto do pódio em Innsbruck. Atual octacampeão da competição, o atleta da Letônia conseguiu o tempo de 1min46seg03, à frente justamente de Yun, prata, e do russo Nikita Tregubov, bronze. No ranking, porém, o representante da Coreia do Sul segue na liderança com 1095 pontos, contra 1046 de Dukurs. 

Entre as mulheres, a russa Elena Nikitina foi a campeã na etapa austríaca com 1min49seg38 - as canadenses Elisabeth Vathje e Mirela Rahneva terminaram com a prata e bronze, respectivamente. Na Copa do Mundo de Skeleton, porém, a primeira posição segue com a alemã Jacqueline Lölling. A atleta tem 1002 pontos, contra 966 de Vathje. 

Agora, a Copa do Mundo de Bobsled e Skeleton retorna no primeiro fim de semana de 2018. A próxima etapa acontece em Altenberg, novamente na Alemanha, entre 5 e 7 de janeiro. É a penúltima competição da elite que conta pontos para a classificação olímpica. 

Participação brasileira

Disposto a conseguir uma vaga olímpica no 2-man, o trenó brasileiro formado por Edson Bindilatti  e Edson Martins participou da prova de duplas na etapa de La Plagne, na França, durante a Copa Europa de Bobsled em 15 de dezembro. O Brasil terminou na 19ª colocação, com 2min03seg72, pouco mais de dois segundos atrás do vencedor Christoph Hafer, da Alemanha. Dessa forma, a dupla possui 376 pontos no ranking internacional e ocupa a 39ª posição - Cristiano Paes é o 34º e está garantindo uma posição para o país em PyeongChang. Se Bindilatti conseguir de 24 pontos para o chinês Jian Jin, ele conseguirá duas vagas olímpicas. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.