Sertãozinho e Juremas conquistam Liga Brasileira de Hóquei

Mulheres do Juremas Hockey comemoram título da primeira Liga Brasileira feminina de hóquei (Divulgação)

No último fim de semana, dias 11 e 12 de novembro, chegou ao fim a primeira temporada de um projeto independente voltado ao desenvolvimento do hóquei inline nacional. Após mais de seis meses de jogos e disputas, a Liga Brasileira de Hóquei realizou as finais de seu campeonato em Sertãozinho, no interior paulista.

Os troféus acabaram ficando nas mãos dos dois times favorito antes da decisão: Juremas Hockey no feminino e Sertãozinho Spider no masculino. As duas equipes lideraram a temporada regular e confirmaram a conquista da primeira edição da Liga Brasileira de Hóquei no sábado, dia 11. 

Mesmo com a torcida contra, as mulheres do Juremas derrotaram o Sertãozinho Spider por 4 a 2 na final da Liga feminina. A equipe coroa, dessa forma, a campanha perfeita de seis vitórias em seis jogos realizados, com 43 gols marcados e apenas oito sofridos. O S.A. Queens terminou na terceira posição com três vitórias em cinco jogos na primeira fase.

Sertãozinho Spider foi o campeão entre os homens (Divulgação)

Na liga masculina, Sertãozinho Spider e Concórdia fizeram um duelo equilibrado na decisão, mas a equipe da casa conseguiu a vitória por 9 a 7 e conquistou o título da primeira edição. A equipe paulista fez 15 jogos ao longo da temporada, com 13 vitórias e apenas duas derrotas (ambas na primeira fase). A terceira posição ficou com o América Mineiro, que derrotou o Ibira Hockey por 12 a 7 na disputa pelo bronze. 

O fim de semana da Liga Brasileira de Hóquei ainda teve a final da Conferência entre o Brasília Hockey, campeão da Conferência Norte, e Jaú Hockey, melhor equipe da Conferência Sul. A equipe do Distrito Federal levou a melhor e venceu por 8 a 4. Contudo, os dois times já tinham garantido o acesso à elite da competição em 2018. O fim de semana ainda teve o All-Star, com os melhores atletas da temporada, e um desafio de habilidades no domingo, dia 12. 

Nina Yamamoto, do Sertãozinho Spiders, foi a maior pontuadora da Liga Feminina com 18 pontos. Ela também dividiu a artilharia da competição com Laura Sandi de Campos, do Juremas, com 10 gols marcados. Entre os homens, o maior pontuador foi Luiz Henrique Proença. Ele conseguiu 38 pontos graças, sobretudo, aos 28 gols marcados - o que faz dele o artilheiro masculino. 

Agora é hora de começar o planejamento da segunda temporada da Liga Brasileira de Hóquei. Neste ano, 25 equipes entre homens e mulheres participaram da competição. A expectativa da organização é ampliar esse número para 2018 e realizar algumas atividades voltadas ao hóquei no gelo.

Confira os melhores momentos das finais da Liga Brasileira de Hóquei de 2017:


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.