Copa do Mundo acirra disputa olímpica entre favoritos no Skeleton

Sungbin Yun venceu segunda etapa da Copa do Mundo de Skeleton (Divulgação/IBSF)

A pista de Park City, nos Estados Unidos, realizou apenas a segunda etapa da Copa do Mundo de Bobsled e Skeleton na temporada olímpica, mas já é suficiente para mostrar que o duelo entre os favoritos do skeleton será intenso até os Jogos de Inverno em PyeongChang, em fevereiro de 2018. As provas aconteceram nesse fim de semana, entre 17 e 18 de novembro. 

Uma semana após ficar atrás do letão Martins Dukurs na abertura da temporada, o sul-coreano Sungbin Yun deu o troco na segunda prova. O atleta venceu a disputa com o tempo combinado de 1min37seg32, 63 centésimos à frente do rival, atual octacampeão da competição. O alemão Axel Jungk completou o pódio nos Estados Unidos com 1min38seg07. 

Com um ouro e uma prata para cada um, Dukurs e Yun estão empatados na liderança da Copa do Mundo de Skeleton com 435 pontos. A situação é idêntica à enfrentada pelo atleta da Letônia na véspera dos Jogos Olímpicos de 2010 e 2014 - ele também era favorito ao ouro nessas duas edições, mas perdeu para atletas que competiam em casa. 

No feminino, a russa Elena Nikitina venceu a segunda etapa da Copa do Mundo com o tempo de 1min40seg49, apenas dois centésimos à frente da alemã Tina Hermann - Jacqueline Lölling, também da Alemanha, completou o pódio com 1min40seg72. O resultado colocou a competidora da Rússia na liderança do ranking com 417 pontos. Elisabeth Vathje, do Canadá, é a segunda com 386. 

A disputa em Parki City marcou a estreia do 4-man na Copa do Mundo de Bobsled com duas provas. A Alemanha venceu as duas, mas com trenós diferentes. Na primeira o vencedor foi a equipe de Nico Walther, com 1min36seg80 - as equipes canadenses de Justin Kripps e de Chris Spring ficaram na segunda e terceira posições, respectivamente. 


No dia seguinte, Johannes Lochner garantiu o segundo ouro alemão no quarteto com 1min35seg44, apenas cinco centésimos à frente de Codie Bascue, dos Estados Unidos - o trenó britânico de Bradley Hall surpreendeu e ficou com a medalha de bronze. No ranking internacional, Lochner tem a liderança com 417 pontos, contra 384 de Chris Spring e 378 de Codie Bascue. 

Por fim, no bobsled feminino, a vitória em Park City ficou com as norte-americanas Jamie Greubel Poser com 1min40seg72. As canadenses Kaillie Humphries e Melissa Lotholz ficou um décimo atrás e conquistou a prata, enquanto que Elana Meyers Taylor e Lolo Jones ficaram com a medalha de bronze. 

Com duas etapas, Kaillie Humphries lidera o bobsled feminino com 435 pontos, contra 417 de Greubel Poser. A Copa do Mundo de Bobsled e Skeleton prossegue na América do Norte, mas agora no Canadá. A pista de Whistler recebe a terceira etapa da competição entre 24 e 25 de novembro de 2017.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.