Boletim Hóquei no Gelo #11 - Bicampeão 'patina' na NHL

Pittsburgh Penguins ainda não se acertou na temporada da NHL (Reprodução)

Atual bicampeão da Stanley Cup, base mantida e com o principal jogador da atualidade no elenco, o Pittsburgh Penguins era favoritíssimo a conquistar, mais uma vez, uma vaga tranquila aos playoffs da NHL. Contudo, com quase 1/4 da temporada regular já realizada, a equipe da Divisão Metropolitana segue derrapando na competição. 

Com 19 jogos já realizados, o Pittsburgh Penguins tem uma campanha de 9-7-3 (nove vitórias, sete derrotas no tempo normal e mais três tropeços no shootout). São 21 pontos conquistados, mas com um ou dois jogos a mais do que seus principais rivais. No momento, a vaga à pós-temporada está confirmada apenas no wild card, mas corre o sério risco de perdê-la nas próximas rodadas. 

Isso porque a franquia teve apenas duas vitórias e seis derrotas (uma delas no shootout) nos últimos oito jogos. Uma das explicações para este baixo rendimento está no alto número de infrações cometidos pelos jogadores. São 246 minutos totais de pênaltis, com uma média de quase 13 minutos por jogo - a segunda maior da liga, atrás apenas do Nashville Predators. "Temos que fazer um melhor trabalho e sermos mais responsáveis com nossos bastões. Temos controle sobre isso. É algo que iremos melhorar", resumiu o técnico Mike Sullivan. 

Um desempenho aquém do que era esperado para uma franquia que dominou a NHL nas últimas duas temporadas. O New Jersey Devils, por exemplo, sequer aparecia entre os favoritos, mas lidera a Divisão Metropolitana com 24 pontos em apenas 17 jogos (dois a menos do que o Pittsburgh). Columbus Blue Jackets e Washington Capitals estão na segunda e terceira posições, respectivamente, com os mesmos 21 pontos, mas em 18 jogos. 

Ainda na Conferência Leste, o Tampa Bay Lightining segue como a melhor equipe da temporada regular com 30 pontos, liderando com tranquilidade a Divisão Atlântico. São 14 vitórias em 18 jogos, sendo oito delas nos últimos dez jogos. A franquia também possui o segundo melhor ataque (71 gols) e o melhor saldo de toda a competição (25). 

A segunda posição na Divisão é do Toronto Maple Leafs, com 24 pontos em 19 jogos. A terceira colocação (última que garante vaga direta aos playoffs) é do Ottawa Senators, com 21 pontos em 16 partidas. A segunda cota do wild card, no momento, está com o New York Islanders, com 20 pontos. Contudo, o New York Rangers começa a se recuperar na temporada e está empatado na pontuação.

Na Conferência Oeste, o St. Louis Blues prossegue na primeira colocação da Divisão Central com 27 pontos em 18 jogos (campanha de 13-4-1). O Winnipeg Jets é o segundo colocado com 21 pontos em apenas 16 partidas, seguido por Nashville Predators, vice-campeão da Stanley Cup, que tem 20 pontos nas mesmas 16 rodadas em que participou.

Por fim, na Divisão Pacífico, o Los Angeles Kings também surpreende e se mantém na primeira posição com 24 pontos em 17 jogos (11-4-2). O estreante Vegas Golden Knights continua em segundo no grupo com 21 pontos em 16 partidas, enquanto que o San Jose Sharks é o terceiro com 20. Dallas Stars e Calgary Flames ocupam as duas vagas momentâneas no wild card do Oeste.

O Tampa Bay Lightining lidera as estatísticas individuais da NHL. Nikita Kucherov é o artilheiro da temporada regular com 16 gols marcados, enquanto que seu colega de equipe Steven Stamkos é o líder de assistências (23) e de pontuação até o momento (31). Já o goleiro Carter Hutton, do St. Louis Blues, tem a melhor média de defesas e gols sofridos. Dois jogos abrem a semana da liga nesta segunda-feira, 13 de novembro: Dallas Stars x Carolina Hurricanes e St. Louis Blues x Calgary Flames. 

Sibir entra na zona de classificação aos playoffs na KHL

Sibir conseguiu retornar à zona de classificação aos playoffs na KHL (Reprodução)

Enquanto que a liga norte-americana de hóquei no gelo ainda está no início da temporada regular, a KHL, com equipes da Rússia, China e do leste europeu, se aproxima da reta final da primeira fase da competição. A semana 12 foi realizada entre os dias 6 e 12 de novembro e contou com apenas quatro partidas (o calendário teve uma pausa para a realização da Karjala Cup, na Finlândia). 

A rodada, portanto, pouco alterou a classificação da KHL. A única mudança foi a entrada do Sibir na zona de classificação aos playoffs na Conferência Leste. A equipe derrotou o Slovan por 3 a 1 na última terça-feira, 7 de novembro, e subiu à oitava posição de sua chave com 42 pontos - mesma pontuação do Traktor, mas com vantagem nos critérios de desempate. 

Ainda no Leste, a primeira posição é do Barys, com 57 pontos em 31 jogos, mas o AK Bars tem a melhor campanha com 56 pontos e três jogos a menos do que o rival. A terceira posição é do Avangard, com 53 pontos em 30 partidas, enquanto que Netekhimik é o quarto com 52 e um jogo a menos. Completam a lista de classificados aos playoffs: Avtomobilist, quinto, Salavat Yulaev, sexto, e Metallurg, sétimo. 

Na Conferência Oeste, o SKA de São Petersburgo é o líder e a melhor equipe da KHL na temporada regular com 81 pontos e incríveis 87% de aproveitamento até aqui. CSKA de Moscou e Jokerit têm 61 pontos, mas a equipe da capital russa leva vantagem no desempate. Lokomotiv Yaroslavl é o quarto com 51 pontos. 

O Torpedo derrotou o AK Bars por 2 a 1 e segue em quinto no Oeste, agora com 48 pontos. O Severstal também venceu (1 a 0 sobre o Dynamo Moscou) e continua na sexta posição com 47 pontos. O HC Sochi, por sua vez, perdeu para o Amur por 2 a 0 e está estacionado na sétima colocação com 43. O Dynamo Moscou fecha a zona dos playoffs com 42 e dois jogos a mais do que o Spartak, nono com 41. 

Nigel Dawes, do Barys, segue como artilheiro da KHL com incríveis 28 gols em 27 jogos realizados. Linden Vey, também do Barys, é o líder em assistências com 31 passes para gol. Já Lars Johansson, do CSKA, tem a menor média de gols sofridos. Após a pausa,  a liga retorna com quatro partidas nesta segunda-feira, 13 de novembro.

Montreal perde a primeira no hóquei feminino 

A equipe Montreal Les Canadiennes, atual campeã da CWHL (Canadian Women's Hockey League) e favorita ao bicampeonato nesta temporada, perdeu sua primeira partida na primeira fase. O algoz foi o Kunlun Red Star, da China, que conseguiu a vitória de 2 a 0 na primeira partida entre as equipes no sábado, 11 de novembro. 

Na segunda partida, porém, o Montreal Les Canadiennes conseguiu a revanche e venceu por 5 a 3 no domingo, dia 12. Mesmo assim, a equipe caiu para a segunda posição com 10 pontos em seis jogos porque o Calgary Inferno conseguiu chegar aos 12 pontos em sete partidas. A equipe perdeu para o Toronto Furies por 4 a 3 no shootout, mas depois conseguiu vencer por 2 a 0 no segundo confronto do fim de semana.

Na NWHL (National Women's Hockey League), que conta com quatro equipes dos Estados Unidos), o Metropolitan Riveters segue imbatível nesta temporada. A equipe conseguiu sua terceira vitória ao derrotar o Connecticut Whale por 5 a 1 e lidera com seis pontos - é o único time invicto na competição. Já o Buffalo Beauts assumiu a segunda posição ao derrotar o Boston Pride por 5 a 3. 

As duas principais ligas femininas seguem com jogos ao longo desta semana. A CWHL terá cinco partidas, sendo uma delas (Les Canadiennes x Kunlun) nesta terça-feira, dia 15, e as demais no próximo fim de semana. Já a NWHL terá mais duas partidas entre 17 e 18 de novembro. 

Kunlun (branco) conquista primeira vitória e tira invencibilidade do Montreal (Celine Gelinas/CWHL)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.