Aline Lima e Marcio Cerquinho são campeões brasileiros de Curling

Aline e Marcio foram os campeões logo no primeiro torneio da dupla (Divulgação/CBDG)

Em uma competição repleta de duplas novas e recém-formadas, a experiência e as conquistas anteriores foram fundamentais na terceira edição do Campeonato Brasileiro de Curling. O torneio foi realizado no Royal Canadian Curling Club, em Toronto, no Canadá, entre os dias 15 e 18 de novembro de 2017. 

Após cinco rodadas na primeira fase e dois jogos nos playoffs, a dupla Aline Lima e Marcio Cerquinho conquistou o título ao derrotar Alessandra Barros e Scott McMullan por 8 a 2 na partida decisiva. Marcelo Mello e Luciana Barrella terminaram com a medalha de bronze. Os resultados completos e a classificação estão aqui

É o segundo título para Aline e Marcio Cerquinho, o primeiro como uma dupla. Aline foi campeã da primeira edição do Campeonato Brasileiro ao lado de Marcelo Mello, em 2015. Já Marcio fez parceria com Anne Shibuya na campanha vitoriosa do ano passado. Alessandra e Scott, por sua vez, superaram a distância geográfica (ela mora em Vancouver, no Canadá, e ele na Coreia do Sul) para chegarem à decisão pela primeira vez. 

Da mesma forma que no ano passado, o Campeonato Brasileiro de Curling teve um empate triplo na liderança da primeira fase. As duplas Alessandra/Scott, Luciana/Marcelo e Aline/Marcio terminaram com a campanha de quatro vitórias e uma derrota, o que levou ao critério de desempate. Nele, Aline e Cerquinho levaram a melhor e terminaram na liderança.

No playoff, a dupla venceu Luciana Barrella e Marcelo Mello por 7 a 5 para confirmar a vaga à final. Alessandra e Scott, por sua vez, derrotaram Thaisa Adrover e Sergio Vilela por 8 a 1 para continuarem na competição e, depois, surpreenderam Luciana e Marcelo, conseguindo a vitória por 9 a 7 e garantindo vaga à final. 

Aline e Marcio se preparam, agora, para a disputa do Mundial de Curling Duplas Mistas, que acontecerá em Östersund, na Suécia, entre 21 e 28 de abril de 2018. Antes, a equipe masculina se prepara para o seu principal desafio: o America's Challenge contra o Canadá, atual bicampeão mundial da modalidade, em janeiro de 2018. 

Clínicas e amistosos

Entre a semifinal e a grande decisão, o Campeonato Brasileiro de Curling abriu espaço para a realização de uma clínica de experimentação ao esporte para os brasileiros e latino-americanos que moram na região de Toronto. A atividade contou com o apoio da CBDG, do Curling Canada e da empresa Rock Solids, parceira da WCF. 

O objetivo é formar uma comunidade de brasileiros que joguem o curling em Toronto, uma das maiores cidades canadenses e com grande número de imigrantes. Dessa forma, o país espera criar uma liga de iniciantes e, aos poucos, recrutar novos atletas para as seleções brasileiras em competições internacionais. No total, mais de 200 atletas apareceram no Royal Canadian Curling Club para conhecer um dos esportes mais curiosos dos Jogos Olímpicos. 

Além disso, alguns atletas brasileiros que participaram da primeira fase do Campeonato Nacional de Curling realizaram duas partidas amistosas contra a equipe de Guiana, recém-filiada à Federação Mundial de Curling. A expectativa é ampliar o jogo no continente e aumentar a força da região nos bastidores. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.