Ventos fortes cancelam disputa masculina no esqui alpino

Situação do resort em Sölden neste domingo: disputa cancelada (Divulgação/FIS)

Neste domingo, 29 de outubro, seria a vez dos homens estrearem nesta temporada da Copa do Mundo de Esqui Alpino em Sölden, na Áustria. Isso mesmo, seria. De um dia para o outro, o clima piorou na região e fez com a prova de slalom gigante masculina, programada para acontecer a partir das 7h no horário de Brasília, fosse cancelada pela organização. 

Fortes ventos com mais de 120 km/h castigaram não só a geleira de Rettenbach, na Áustria, como toda a Europa Central neste domingo, causando mortes na República Tcheca e quedas de árvores em outros países. Por conta disso, o Comitê de Organização da prova optou por cancelar a corrida masculina para preservar os atletas e o público presente. 


"A autoridade local, o Comitê Organizador e o Júri da prova reuniram-se às 5h30 de manhã para avaliar a situação na geleira. Primeiramente, decidimos esperar e adiar a decisão final para 6h45. No entanto, a situação não melhorou e, de acordo com a previsão atualizada, as rajadas de vento ficaram ainda mais fortes e a segurança não poderia ser mais garantida. Como a segurança vem em primeiro lugar, não tivemos outra escolha do que cancelar", admitiu Markus Waldner, chefe FIS da corrida. 

A corrida cancelada não será reagendada posteriormente. De acordo com a regra 18.1 da Copa do Mundo de Esqui Alpino, as corridas de abertura que forem canceladas não devem ser reprogramadas. Assim, a competição masculina terá um corrida de slalom gigante a menos nesta temporada. A próxima disputa, portanto, será em Levi, na Finlândia, entre 18 e 19 de novembro, com a prova de slalom para homens e mulheres. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.