Lendas do Inverno #3 - Felix Loch

(Reprodução/Facebook)

Entre 2008 e 2016, o alemão Felix Loch dominou o luge olímpico: duas medalhas de ouro olímpicas, cinco títulos mundiais e dois vices em sete edições e o pentacampeonato da Copa do Mundo da modalidade. No último ano, porém, ele foi destronado. Perdeu a Copa do Mundo após cinco temporadas e sequer subiu ao pódio do Mundial - pela primeira vez desde 2008. 

Aos 28 anos, o atleta, natural de Sonneberg, pretende dar a volta por cima nesta temporada. O objetivo? Subir ao pódio dos Jogos Olímpicos e tentar o tricampeonato olímpico em provas individuais e o bicampeonato na disputa por equipes - o que faria dele o competidor mais vitorioso do luge. Confira a entrevista EXCLUSIVA de Felix Loch ao Brasil Zero Grau na seção "Lendas do Inverno": 

Quais são os seus objetivos na temporada? Como está sendo sua preparação para a temporada olímpica?
O meu principal objetivo é conquistar uma medalha nos Jogos Olímpicos em fevereiro. Quero dar o meu máximo e estou ansioso pela competição. Eu treinei forte e trabalhei bastante com o trenó. Isso significa que preparei meu trenó por horas e horas, aperfeiçoei os treinos físicos e também os cuidados médicos. 

Igualar a marca de Georg Hackl [único atleta tricampeão olímpico individual no luge] é uma motivação para 2018? 
Não, eu não gosto dessas comparações. Georg foi um grande atleta e fez um fantástico trabalho, mas eu quero deixar minhas próprias marcas. 

Na última temporada você perdeu a Copa do Mundo após cinco títulos consecutivos. Essa situação fez você mudar sua preparação para os Jogos Olímpicos? 
Sem dúvida. O último ano não foi fácil para mim. Muitas coisas aconteceram, inclusive duas das melhores coisas da minha vida, como meu filho e meu casamento. Esse ano eu quero ser ainda mais bem sucedido em meu esporte. 


O fato de você ser o principal atleta de luge nos últimos anos fez você ser mais estudado pelos oponentes. Como você lida com essa situação?
Não tenho nenhum problema com isso. Nós somos atletas e sabemos que quando você é bem sucedido, todo mundo vai olhar para você e tentar obter alguns detalhes ou informações sobre sua carreira e seus equipamentos. Tudo bem por mim. 

Essa será a sua terceira edição olímpica. Quais desafios você espera encontrar em PyeongChang? 
Com certeza o idioma e a comida! Estou muito animado para encontrar as pessoas e o clima dos Jogos Olímpicos. Olhando para Vancouver ou Sochi foi fantástico. Estou muito feliz de fazer parte dos Jogos mais uma vez. Será fantástico!

Você não competiu na Copa do Mundo de Luge em PyeongChang na última temporada. O fato de não ter corrido na pista olímpica incomoda você? Acredita que é uma desvantagem em relação aos outros competidores? 
Não, eu não acho. No último ano eu participei de todos os treinos e só perdi as duas corridas da Copa do Mundo. Não é uma grande desvantagem assim. 

Quais são os seus planos para a próxima temporada? Você já planeja sua vida fora do luge? 
No momento eu estou focado apenas nos Jogos Olímpicos de PyeongChang. Como atleta, você precisa ter objetivos de curto prazo para alcançá-los. Assim, estou me preparando para as primeiras corridas depois do verão no hemisfério norte. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.