Boletim Hóquei no Gelo #5 - Fora da Olimpíada, NHL abre temporada

Pittsburgh Penguins, de Sidney Crosby (direita), busca o tricampeonato (Reprodução)

Casa das principais estrelas de hóquei no gelo do planeta e considerada a melhor competição da modalidade, a NHL abre a temporada 2017/2018 nesta semana como a única chance dos fãs verem os grandes nomes do esporte duelando entre si nos próximos meses. As primeiras quatro partidas acontecem nesta quarta-feira, 4 de outubro. 

Isso porque é a primeira vez desde 1994 que a NHL não chegou a um acordo com a IIHF e COI para liberar seus atletas à disputa dos Jogos Olímpicos de Inverno, que acontecerão em fevereiro de 2018. Após tensas reuniões e discussões, a liga proibiu qualquer profissional sob contrato, mesmo aqueles que estejam em ligas de desenvolvimento, de participar nas Olimpíadas. 

Se algumas das principais estrelas acataram essa decisão, outras se rebelaram. O russo Alex Ovechkin, principal nome do Washington Capitals, já declarou que irá participar dos Jogos Olímpicos - com ou sem autorização da liga. Outros nomes menos badalados arrumaram transferência para a KHL, liga do leste europeu. São os casos de Roman Lyubinov, do Philadelphia Flyers, Lars Johansson, do Chicago Blackhawks, Mikhail Grigorenko, do Colorado Avalanche, e Nikita Nesterov, do Tampa Bay Lightining.

Sem os Jogos Olímpicos, a NHL aposta na tradição e, claro, nas suas franquias para continuar sua expansão. Neste ano, são 31 times divididos em quatro divisões (pacífico e central na Conferência Oeste e metropolitano e atlântico no Leste). Os três melhores de cada grupo e as duas equipes mais bem colocadas em cada conferência avançam aos playoffs. 

Cada franquia irá fazer 82 partidas na temporada regular, que deve acabar em 7 de abril de 2018. O melhor time desta fase conquista a President Trophy. A partir daí, começa a fase eliminatória da Stanley Cup, troféu dado ao campeão da NHL. São quatro etapas até a decisão, todas com confrontos de até sete jogos. 

O destaque do primeiro dia da NHL é o jogo entre Pittsburgh Penguins, atual bicampeão, e St. Louis Blues. Os outros três jogos desta quarta-feira, 4 de outubro, são: Toronto Maple Leafs x Winnipeg Jets, Calgary Flames x Edmonton Oilers e Philadelphia Flyers e San Jose Sharks. No Brasil, a ESPN é a responsável pela transmissão do campeonato. 


Os principais favoritos à Stanley Cup:
  • Pittsburgh Penguins: a franquia é a atual bicampeã e manteve suas principais estrelas, incluindo Sidney Crosby. A meta é superar um feito de mais de trinta anos: o New York Islanders foi a última equipe a conquistar mais do que um bicampeonato na NHL, com quatro troféus da Stanley Cup entre 1980 e 1984. 
  • Columbus Blue Jackets: após conquistar seu melhor desempenho na temporada regular no último ano, a equipe espera ir longe agora. Para isso, investiu pesado e conseguiu a contratação do russo Artemi Panarim, uma das estrelas do Chicago Blackhawks 
  • Anaheim Ducks: cotado ao título na temporada passada, a franquia perdeu a final da Conferência Oeste para o Nashville Predators. O time manteve a mesma base e aposta em sua defesa para conseguir ir mais longe desta vez. 
  • Edmonton Oilers: em seu segundo ano na NHL, Connor McDavid já foi eleito o MVP da temporada regular e levou o Edmonton Oilers à segunda rodada dos playoffs. Agora, o time está mais experiente e entrosado, o que aumenta a expectativa em torno da franquia. 
  • Washington Capitals: o Washington Capitals conquistou o President Trophy como a melhor franquia da temporada regular no último ano, mas perdeu por 4 a 3 para o Pittsburgh Penguins na segunda rodada dos playoffs. A equipe manteve suas principais estrelas, mas a disputa olímpica pode interferir: o russo Alex Ovechkin já declarou que pretende participar dos Jogos Olímpicos mesmo mantendo seu contrato. 
  • Nashville Predators: surpreendeu a muitos na última temporada ao chegar à decisão da NHL mesmo com a última vaga nos playoffs da Conferência Oeste. Com praticamente o mesmo time e alguns reforços pontuais, a franquia espera repetir o desempenho. 
  • Chicago Blackhawks: nos últimos sete anos foram três títulos da Stanley Cup (2010, 2013 e 2015) e uma derrota na final da Conferência Oeste (2014). Na última temporada, a franquia foi a primeira colocada na Conferência, mas perdeu para o Nashville por 4 a 0. Mesmo perdendo o fôlego nas últimas duas temporadas, o time ainda possui um sistema de jogo encaixado e que pode levá-lo às finais.

Algumas atrações desta temporada
  • Após anos de acordo com a Reebok, a partir desta temporada as equipes irão vestir uniformes produzidos pela Adidas. Por conta dessa transição, nenhum modelo de terceiro uniforme será utilizado nesta temporada. 
  • Após seis anos, a NHL retorna à Europa. Dois jogos da temporada regular serão realizados em Estocolmo, na Suécia. Colorado Avalanche e Ottawa Senators se enfrentarão no país escandinavo entre 10 e 11 de novembro. 
  • O All-Star Game da NHL acontecerá em Tampa, na Flórida, no dia 28 de janeiro. 
  • A liga mudou três regras importantes: 1) revisões em vídeos que forem falhos resultarão em powerplay de 2 minutos para a equipe; 2) equipe que cometer icing está proibida de fazer paradas técnicas e substituições após a jogada; 3) o faceoff após um high-sticking será na zona neutra e não mais na zona defensiva de quem cometeu a infração. 
  • Uma franquia nova vai estrear nesta temporada: o Vegas Golden Knights, sediado em Las Vegas, será a 31ª equipe da NHL e integra a Divisão Pacífico da Conferência Oeste. 
  • Jaromír Jágr continua? Lendário jogador da República Tcheca tem 45 anos e está na NHL desde a temporada 1990/91. Ele virou free agent ao fim de seu contrato com o Florida Panthers e ainda busca uma nova franquia para atuar. E não é que St. Louis Blues e Calgary Flames demonstraram interesse no experiente jogador? (atualização: Jágr acertou com o Calgary Flames e vai disputar mais uma temporada!)

Semana 6 da KHL

Crédito: Reprodução
Na KHL, segunda maior liga de hóquei do gelo do planeta, a semana 6 da temporada regular fez o SKA de São Petersburgo disparar ainda mais na liderança da competição. Com mais duas vitórias, a equipe permanece como a única invicta e lidera com sobras a Conferência Oeste com 45 pontos conquistados em 48 possíveis. 

Outro destaque foi a ascensão do Jokerit (foto). Mesmo com cinco jogos a menos do que seus principais concorrentes, a equipe assumiu a vice-liderança do Oeste com 32 pontos em 13 partidas (nove vitórias no tempo normal e duas no overtime contra duas derrotas).  Com 31 pontos em 17 jogos, o Dynamo Moscou é o terceiro. Completam os oito primeiros: CSKA (4º), Torpedo (5º), Lokomotiv (6º), HC Sochi (7º) e Severstal (8º). 

Na Conferência Leste, o AK Bars se consolidou na liderança da chave mesmo com apenas uma vitória nessa semana. A equipe de Kazan possui 31 pontos em 14 jogos e tem dois pontos de vantagem sobre Avangard, segundo, e Neftekhimik, terceiro. Com duas vitórias, o Kunlun Red Star, da China, assumiu a quarta posição do Leste e reapareceu no grupo dos classificados aos playoffs. Metallurg (5º), Salavat Yulaev (6º), Avtomobilist (7º) e Barys (8º) completam a lista dos oito primeiros na conferência. 

Os resultados completos podem ser vistos aqui e a classificação atualizada está aqui. A Semana 7 da KHL começa nesta segunda-feira, 2 de outubro, com mais sete partidas. O destaque fica para o confronto entre Lokomotiv Yaroslavl, sexto colocado do Oeste, e SKA, líder da temporada regular. 

Abertura da Continental Cup

Neste fim de semana aconteceu a primeira etapa da Continental Cup, torneio criado pela IIHF em 1997 e que reúne equipes das principais ligas nacionais do continente. O sistema de disputa lembra o Mundial de seleções de hóquei no gelo: o campeão de cada chave avança à fase seguinte até chegar à decisão do campeonato. 

Crédito: Marko Djokovic
O Grupo A, realizado entre 29 de setembro e 1º de outubro, aconteceu em Belgrado, na Sérvia, e o time da casa, Estrela Vermelha (foto), aproveitou essa vantagem para conquistar a primeira posição. Os sérvios estrearam com uma vitória de 6 a 1 sobre o Esja Reykjavik, da Islândia. Depois, derrotaram o Zeytinburnu Istambul, da Turquia, por 4 a 3. No final, uma vitória de 5 a 4 no overtime sobre o Irbis-Skate Sofia, da Bulgária, para confirmar a vaga à próxima fase com oito pontos em nove possíveis. 

A equipe turca terminou na segunda posição, com cinco pontos, seguido pelo representante da Bulgária, com quatro, e pelo time islandês, com apenas um ponto. A segunda etapa da Continental Cup acontecerá entre 20 e 22 de outubro em dois grupos e apenas o campeão de chave avança à terceira e penúltima etapa da competição. 

Riga, na Letônia, sedia o Grupo B e conta com Kurbads Riga, time da casa, o GKS Tychi, da Polônia, o HC Donbass, da Ucrânia, e o Narva PSK, da Estônia. Já o Grupo C será em Brasov, na Romênia, e tem o time da casa, Corona Brasov, o Estrela Vermelha, o DVTK Jegesmedvek Miskolc, da Hungria, e o Txuri Urdin San Sebastian, da Espanha.


Fase decisiva da Champions Hockey League

Além da NHL, outra competição de hóquei no gelo que terá rodadas nesta semana é a Champions Hockey League, que reúne 32 equipes da Europa em um formato similar ao torneio de futebol homônimo. A quinta e penúltima rodada da primeira fase acontece entre 3 e 4 de outubro e deve definir mais alguns times classificados às oitavas de final. 

Com quatro jogos realizados em todos os oito grupos, apenas seis times já garantiram presença na fase eliminatória: Tappara, da Finlândia, Kometa Brno, da República Tcheca, Växjö Lakers, Frölunda e Bryna, da Suécia, e Red Bull Munique, da Alemanha. A última rodada da primeira fase acontece na próxima semana, entre 10 e 11 de outubro. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.