Norum e Prochazkova conquistam Copa do Mundo de Rollerski

Robin Norum e Alena Prochazkova, ao centro, com os Globos de Cristal (Divulgação/FIS)

Um veterano acostumado com títulos no rollerski e uma atleta, também experiente, que obteve seu primeiro Globo de Cristal na carreira. O sueco Robin Norum e a eslovaca Alena Prochazkova conquistaram o título da Copa do Mundo de Rollerski desta temporada. A última etapa aconteceu em Trento/Monte Bondone, na Itália, entre 8 e 10 de setembro. 

Este é o terceiro Globo de Cristal consecutivo de Robin Norum (diferentemente do informado anteriormente, ele era o atual bicampeão da competição ao invés de tri). Um dos principais competidores da atualidade, ele iguala-se ao russo Igor Glushkov, que também possui três títulos - o italiano Alfio di Gregorio possui quatro Globos de Cristal. 

O representante da Suécia confirmou o tricampeonato mesmo sem vitória na última etapa da Copa do Mundo. No sprint em técnica livre, o italiano Emanuele Becchis, especialista nesta categoria, foi o campeão, seguido pelo seu compatriota Alessio Berlanda, segundo colocado - Jostein Olafsen, da Noruega, completou o pódio. 

Depois, na corrida de 8,5km em técnica clássica, Robin Norum ficou com a medalha de bronze, atrás de Irineu Altimiras, de Andorra, vencedor com 33min04seg4 e 26.04 pontos FIS, e do romeno Paul Constantin Pepene, segundo colocado. Por fim, na prova de perseguição 10,8km em técnica livre, o atleta da Romênia foi o mais rápido, com Altimiras em segundo e Norum novamente em terceiro. 

No total, Robin Norum somou 739 pontos nas quatro etapas realizadas nesta temporada e confirmou o título da Copa do Mundo de Rollerski. O vice-campeonato ficou com o italiano Emanuele Becchis, que conseguiu 600 pontos. Victor Gustafsson, também da Suécia, foi o terceiro no ranking com 543.

Alena Prochazkova, que tem uma carreira sólida no esqui cross-country com seis pódios em Copas do Mundo entre 2007 e 2013, também soube administrar a vantagem na liderança. Logo de cara, inclusive, ela venceu a prova de sprint livre, à frente das italianas Gaia Vuerich, prata, e Lisa Bolzan, bronze.

Depois, na corrida 4,7km em técnica clássica, a atleta da Eslováquia ficou na sexta posição e viu a sueca Helene Söderlund vencer com 21min51seg2 e 52.76 pontos FIS - Sandra Olsson, também da Suécia, foi a segunda e Svetlana Hvostunkova, da Rússia, a terceira. Por fim, com o título garantido, Prochazkova repetiu a sexta posição na prova de perseguição 6,9km em técnica livre. Söderlund venceu novamente, com Hvostunkova ficando com a prata e Olsson com o bronze. 

Com 904 pontos, Alena Prochazkova conquista o seu primeiro Globo de Cristal e retorna à primeira posição de uma competição FIS após quatro anos. Sandra Olsson, campeã da Copa do Mundo de Rollerski em 2016, ficou na segunda posição do ranking de 2017 com 682 pontos. Lisa Bolzan, da Itália, foi a terceira com 602.

Com o fim da Copa do Mundo de Rollerski, a maioria dos atletas retoma os treinamentos para a temporada de inverno do hemisfério norte com as provas de esqui cross-country. A primeira etapa da Copa do Mundo da modalidade acontece em Ruka, na Finlândia, entre 24 e 26 de novembro de 2017. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.