Isabel Clark domina, mais uma vez, o Brasileiro de Snowboard

Isabel Clark segue absoluta no snowboard sul-americano (Divulgação/CBDN)

Entra ano e sai ano e a rider brasileira Isabel Clark segue dominante no snowboard da América do Sul. Aos 41 anos, prestes a confirmar vaga em sua quarta edição de Jogos Olímpicos, a atleta da CBDN conquistou mais um título nacional e outra medalha de ouro na Copa Sul-americana.  

A prova de snowboardcross aconteceu na última segunda-feira, 4 de setembro, em Corralco, no Chile. É o 22º título nacional de Isabel Clark em incríveis 23 edições já realizadas. De quebra, ela também foi a vencedora da prova master (para atletas acima dos 30 anos), ao derrotar a suíça Sandra Gerber. 

A brasileira foi dominante desde o início da disputa. Na eliminatória, conseguiu o melhor tempo ao marcar 54seg59 em sua descida. Depois, nas baterias, mostrou sua habilidade e regularidade. Na decisão, por exemplo, conseguiu frear a empolgação da jovem norte-americana Stacy Gaskill, 17 anos e medalhista de prata. A argentina Catalina Petersen foi bronze. 

"Estou muito feliz pelo primeiro lugar e o meu desempenho, estamos prontos para a Copa do Mundo na Argentina, com a perna bem afiada. A pista estava bem técnica, veloz e cansativa. Mas tudo compensa por esse resultado e o dia maravilhoso que fez", afirmou Isabel. 




A disputa feminina do Campeonato Brasileiro de Snowboard também teve a estreia internacional da brasileira Luma Maio. Bicampeã da disputa Open nos dois anos anteriores, a jovem de 16 anos passou a integrar a equipe da CBDN. Ela terminou na 14ª colocação, mas não conseguiu somar pontos FIS. 

No masculino, Lucas Rezende foi o campeão nacional ao terminar na 19ª colocação da classificação geral e conquistar 31.20 pontos FIS. Bruno Sales Martins, outro estreante após se destacar no Open de 2016, foi o segundo melhor atleta do país ao terminar na 21ª posição, com 26 pontos. Rafael Rennó foi o 22º, com 23.40 pontos FIS, e Carlos Eduardo Almeida foi o 26º e não somou pontos para o ranking internacional. 

O vencedor da Copa Sul-americana foi o austríaco Markus Schaires, com 260 pontos FIS, seguido pelos irmãos Nick e Tim Watter, da Suíça, respectivamente prata e bronze. Simon White, da Argentina, foi o melhor representante do continente ao ficar em oitavo. Na prova master masculina, o também argentino Franco Ruffini foi o vencedor, seguido pelo norte-americano Nick Langkamp, segundo, e Rafael Rennó, terceiro - Carlos Eduardo foi o quinto nesta prova. 

Agora, os atletas de snowboardcross que estão na América do Sul se preparam para a disputa da Copa do Mundo de Snowboard. A competição, que abre o circuito internacional na temporada olímpica, acontece em Cerro Catedral, na Argentina, entre 8 e 10 de setembro. A brasileira Isabel Clark representará o país no evento. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.